Cidadeverde.com
Esporte

Grêmio já projeta vender dois jogadores para amenizar crise

Imprimir

O Grêmio poderá negociar Everton Cebolinha e mais um jogador quando a janela de transferências europeia reabrir. A reportagem apurou que a diretoria repassou a posição a conselheiros e representantes de movimentos políticos nos últimos dias.

A decisão visa dar melhores condições financeiras ao clube diante da pandemia do novo coronavírus. Apesar de admitir a saída de dois atletas do grupo principal, o Grêmio não tem tratativas em andamento para transferência de nenhum jogador. E aguarda movimentação do mercado da bola.

O Grêmio entende que a negociação de dois jovens dará suporte ao clube para encarar a recessão provável no futebol. Recentemente, o clube fechou acordo com elenco para parcelar direitos de imagem de quatro meses.

Além de Everton, Matheus Henrique, Jean Pyerre e Pepê estão na mira de clubes da Europa. A saída de todos eles ao mesmo tempo é considerada inviável. O Grêmio tem orçado de cerca de R$ 88 milhões com transferências em 2020. O valor foi estimado antes da paralisação dos jogos e consequente crise gerada pela Covid-19.

Everton Cebolinha interessou ao Milan, Everton e Manchester City, ambos da Inglaterrra, e também clubes da Espanha nas últimas temporadas. Pepê entrou no radar do PSV, da Holanda, e Jean Pyerre tem bom conceito no Monaco, da França. 

Já Matheus Henrique, mesmo com as convocações para a seleção olímpica e principal, ainda não recebeu consulta mais forte a ponto de ser considerado sinal de oferta no futuro.

JEREMIAS WERNEK
PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) 

Imprimir