Cidadeverde.com
Política

Oposição reage à decisão do prefeito de adiar segunda etapa da reabertura

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

Os vereadores da oposição  se manifestaram contra à decisão do prefeito Firmino Filho (PSDB) de adiar a segunda etapa do processo de reabertura da economia. Para a oposição, a decisão foi autoritária. 

O prefeito tomou a decisão mesmo com os dados da 12º etapa da pesquisa sorológica da capital sendo positivos. Firmino afirma que a decisão se deve ao descumprimento ao isolamento social. 

O presidente da Câmara, vereador Jeová Alencar, afirma que as pessoas estão sofrendo graves dificuldades financeiras. 

“Não vejo mais um protocolo, vejo como um pacto para destruir a cidade e matar as pessoas. Ninguém anda de ônibus porque quer.  Se anda é porque precisa. Ninguém vai para a fila de um banco porque quer. Vai para resolver alguma coisa.  A cidade está desidratada economicamente. As pessoas começaram a mendigar e voltaram a ter como preocupação na vida se vão comer.  A cidade está fechada e o prefeito insensível, com atitudes  autoritárias”, disse.

O vereador Dudu (PT) questionou o que a prefeitura tem feito para  aumentar o número de leitos de UTIs. “É um birrento, autoritário. Como alguém que não diz a verdade. Quem não cumpre o papel de gestor é ele. Quantas HTIs  estão funcionando? Quem não fez sua parte foi o prefeito. Não o povo. Se não fosse o estado ampliado as HTIs a situação seria bem pior. Agora quer culpar a população”, disse. 

Imprimir