Cidadeverde.com
Geral

Projeto distribui mais de 5 mil livros gratuitamente; veja como solicitar

Imprimir

Fotos: Ascom/Secult

Neste período de isolamento social nada melhor do que ter a companhia de um livro. Pensando nisso e para incentivar que os piauienses fiquem em casa, o  Projeto “Te Aquieta e Lê”, desenvolvido pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult),está tornando a literatura mais acessível nos municípios piauienses.

O projeto distribui gratuitamente os livros solicitados através da internet por pessoas de várias cidades do Estado. Quem quiser garantir uma boa leitura nesta quarentana deve acessar a lista disponível no site da Secult (www.cultura.pi.gov.br/editais), escolher até dois livros e mandar os títulos junto com seu endereço de entrega (com um ponto de referência) para o e-mail [email protected] Os livros serão enviados sem nenhum custo. 

Atualmente há mais de 500 exemplares disponíveis e os livros são enviados de acordo com a ordem de chegada das solicitações.

A lista de livros possui diversos gêneros literários, desde ficção, clássicos da literatura nacional e internacional,contos, entre outros. Além disso, há livros jurídicos, das áreas de psicologia e história, e vários títulos de autores piauienses.

Os livros mais pedidos são de Direito, best seller, auto ajuda e espíritas. A literatura infanto juvenil também é muito solicitada. O projeto já chegou a 118 municípios piauienses, entre eles  Parnaíba, Floriano, Valença, Tanque do Piauí, e até São Raimundo Nonato, distribuiu quase 5 mil exemplares. 

O “Te Aquieta e Lê” é uma das ações tomadas pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult) durante o isolamento social, solução adotada pelos governos e recomendada pelo Ministério da Saúde, na contenção da COVID-19 no Brasil.

Além de doar, o projeto também recebe doações de livros. Quem puder contribuir, pode dar exemplares diretamente na  Biblioteca Cromwell de Carvalho, localizada na Praça do Fripisa. 

 

Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir