Cidadeverde.com
Esporte

Nos fim, Palmeiras vence o Água Santa e garante liderança

Imprimir

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras encerrou sua participação na primeira fase do Campeonato Paulista com uma vitória de virada por 2 a 1 sobre o Água Santa, neste domingo (26), no Allianz Parque, sem a presença de público em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Todos os gols foram marcados na segunda etapa da partida, com Lucas Silva anotando pelo lado visitante, enquanto Ramires e Luiz Adriano balançaram a rede para os donos da casa. Com o resultado, o Alviverde ficou com a liderança do Grupo B, com 22 pontos, superando o então líder da chave (e próximo adversário) Santo André.

Sendo assim, o mando de jogo do duelo pelas quartas de final será do Palmeiras.

O destaque do triunfo alviverde foi Willian. Apesar de não ter brilhado, o atacante participou de quase todas as boas jogadas criadas pelo Palmeiras na partida. Dividiu o protagonismo com Ramires e Luiz Adriano, mas jogou por mais tempo que a dupla.

O Palmeiras iniciou a partida mantendo a posse de bola e tomando iniciativa. A equipe de Luxemburgo levou dez minutos para criar sua primeira chance clara de gol na partida, quando Rony aproveitou uma sobra de jogada na área e bateu cruzado, com efeito, e por pouco não fez seu primeiro gol com a camisa alviverde. Este foi seu único lance positivo no jogo./

A velocidade e o ímpeto dos primeiros 15 minutos logo deram lugar a uma postura burocrática por parte das duas equipes. Ainda que o aproveitamento de passes do Palmeiras se manteve alto, o time praticamente não levou nenhum perigo ao gol de Giovanni até os minutos finais da primeira etapa, comportamento que harmonizou com a nulidade ofensiva demonstrada pelo Água Santa.

Aparentemente insatisfeito com a exibição abaixo da média de seu time no primeiro tempo, o treinador do Palmeiras resolveu mexer logo no retorno do intervalo. Luiz Adriano voltou ao time no lugar de Raphael Veiga. Logo após o sofrer o gol, Luxa optou por usar todas as suas cartas e efetuou outras três mudanças de uma só vez: Ramires e Scarpa foram colocados nas vagas de Patrick de Paula e Rony, respectivamente. enquanto Gabriel Menino substituiu Bruno Henrique.

Após uma falha do goleiro Giovanni em escanteio nos momentos finais da primeira etapa, o atacante Willian aproveitou a sobra e finalizou. A bola aparentemente acabou desviada com a mão pela defesa do Água Santa, mas o árbitro não interpretou a jogada como irregular. Já na volta o intervalo, logo aos dois minutos, Willian sofreu falta na linha direita da área do Água Santa, mas Douglas Marques das Flores avaliou que a infração foi cometida fora da área.

Tanto o Palmeiras, como os visitantes voltaram melhores na segunda etapa. Quase de forma imperceptível, o Água Santa chegou perto de marcar um gol olímpico aos 16 minutos, quando Weverton afastou bem a cobrança fechada efetuada por Dadá. No entanto, pouco mais de um minuto depois, o goleiro não teve a mesma sorte quando Lucas Silva aproveitou o bom cruzamento rasteiro efetuado por Dadá.

Contratado pelo Palmeiras em junho de 2019 sob muita desconfiança quanto à sua condição física, o volante Ramires mudou a cara do jogo nesse domingo. Seis minutos após entrar em campo, marcou seu primeiro gol pelo time, quebrando um jejum de mais de três anos. Minutos depois, serviu Scarpa com um lançamento milimétrico que por muito pouco não resultou em outro tento.

Acostumado a marcar quando o Palmeiras joga em casa, o atacante Luiz Adriano repetiu esse bom retrospecto e foi decisivo mais uma vez. Após ter sua cobrança de pênalti defendida por Giovanni, o camisa 10 esbanjou competência ao aproveitar o rebote.

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Vitor Hugo, Diogo Barbosa; Bruno Henrique (Gabriel Menino), Patrick de Paula (Ramires), Lucas Lima, Rony (Gustavo Scarpa), Raphael Veiga (Luiz Adriano); Willian (Zé Rafael). T.: Vanderlei Luxemburgo
ÁGUA SANTA
Giovanni; Jonathan, Bruno Costa, Walisson Maia, Rhuan; Diogo Marzagão (Renan Paulino), João Vitor (Wellington Reis), Luan Dias; Lucas Silva, Dadá (Fabrício), Uéderson (Rodrigo Sam). T.: Toninho Cecílio
Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Juiz: Douglas Marques das Flores
Cartões amarelos: Uéderson (Água Santa); Raphael Veiga e Ramires (Palmeiras)
Gols: Lucas Silva, aos 17min do segundo tempo (Água Santa); Ramires, aos 26min, e Luiz Adriano, aos 42min do segundo tempo (Palmeiras)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir