Cidadeverde.com
Últimas

Sargento é o terceiro policial militar morto em assalto em 15 dias

Imprimir

Foto: Reprodução/ Redes sociais 

O sargento da Polícia Militar, Marcos Roberto Freitas, morreu após ser baleado durante um assalto no bairro Porto Alegre, zona sul de Teresina, na noite desta terça-feira (04). 

O militar, de 49 anos, realizava a entrega de uma encomenda na casa de uma familiar quando foi surpreendido pela chegada dos dois suspeitos em uma moto. A dupla tentou tomar a arma do policial, que reagiu atirando. 

Durante a troca de tiros, o sargento foi atingido pelos disparos e morreu no local após não resistir aos ferimentos. De acordo com testemunhas, um dos suspeitos chegou a ser atingido pelo policial, mas conseguiu fugir do local. 

Câmeras de Segurança das proximidades registraram a fuga dos suspeitos. Nas imagens é possível ver um deles em uma moto, enquanto o outro, aparentemente mancando, segue correndo.  

Atualmente, Marcos Roberto prestava serviços no sistema prisional. No último mês de junho, ele havia sido promovido ao posto de 3º sargento da Polícia Militar do Piauí. 

Por meio de nota, a Polícia Militar lamentou a morte do sargento. "O militar recém-promovido ingressou na Instituição no ano de 1991, encontrava-se na ativa e trabalhava na Companhia de Presídios pertencente ao Batalhão de Guardas prestando excelente serviço a Corporação e em defesa da sociedade piauiense", diz um trecho da nota. 

Outros casos  

O sargento Marcos Roberto é o terceiro policial militar morto em Teresina durante assaltos no intervalo de menos de 15 dias. 

No dia 22 de julho, o soldado Lídio Mesquita, que era lotado no 13º Batalhão, morreu após ser alvejado com um tiro na cabeça durante um assalto na Vila São Francisco, zona norte de Teresina. 

Já o capitão da reserva Adonias Pedreira morreu nesta terça-feira(04), após ficar 12 dias internado no Hospital de Urgência de Teresina. O militar foi baleado na cabeça no último dia 24 de julho, durante um assalto, no bairro Primavera, zona norte da capital.

 

Natanael Souza
[email protected] 

 

 

Imprimir