Cidadeverde.com
Geral

Brasil tem 679 novas mortes e chega a 115.451 óbitos por Covid-19

Imprimir

Foto: RonaldoSilva/FuturaPress/Folhapress

 

O Brasil registrou 679 novas mortes pela Covid-19 e 21.491 casos da doença nesta segunda-feira (24). Com isso, o país chegou a 115.451 óbitos e 3.627.217 infecções desde o início da pandemia, em março.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Os números dos domingos e segundas-feira costumam ser mais baixos do que os dos outros dias da semana.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias e dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 971, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

Apresentam aumento da média móvel de mortes os estados de Bahia, Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Tocantins. Na situação oposta, Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Roraima, Pernambuco, Sergipe e Santa Catarina estão com a variação das mortes desacelerada.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

 

Em todo o mundo, o número de mortes pelo novo coronavírus ultrapassou 810 mil, segundo relatório divulgado pela Universidade Johns Hopkins (EUA). O total de casos passou de 23 milhões.

Mais da metade dos óbitos mundiais registrados no levantamento ocorreram em quatro países: Estados Unidos (177.118), Brasil (114.744), México (60.480) e Índia (52.542).

Em números absolutos de casos, EUA e Brasil também seguem na liderança, com mais de 5,7 milhões e 3,6 milhões, respectivamente. Índia (3 milhões), Rússia (959 mil) e África do Sul (611 mil) completam a lista dos cinco países com mais casos.

A China, marco zero da doença, registrou 4.711 mortes e quase 90 mil casos. O vírus se espalhou para 188 países desde que foi ali detectado pela primeira vez em dezembro.

THAIZA PAULUZE
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 

 

Imprimir