Cidadeverde.com
Geral

Equipe da FAB chega em Teresina para apurar acidente aéreo que matou piloto

Imprimir
  • avião_caiu_.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-3.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-4.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-5.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-6.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-7.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-8.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-9.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-10.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-11.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-12.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-13.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-14.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-15.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-16.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-17.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com
  • avião_caiu_-2.jpg Roberta Aline / Cidadeverde.com

Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), desembarcou em Teresina, por volta do meio-dia deste sábado (29), para apurar as causas do acidente aéreo que matou o piloto Leandro Holfer. A missão, sob o comando do coronel J. Roberto, será acompanhada pela Polícia Civil do Piauí. 

A TV Cidade Verde acompanhou com exclusividade o desembarque da equipe que se limitou a informar que ainda vai fazer o levantamento inicial do acidente aéreo que ocorreu nessa sexta-feira (28).

Foto: Joelson Giordani/ TV Cidade Verde

Por meio de nota, o Cenipa informou que a "ação Inicial é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a seqüência de eventos.O objetivo da investigação realizada pelo CENIPA é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes garante a liberdade de tempo para a investigação. A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo CENIPA terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente", informou o órgão da FAB ao Cidadeverde.com.

O delegado Odilo Sena, titular do 21º Distrito Policial, explica que a Polícia Civil do Piauí acompanha a apuração do Cenipa e, caso seja constatado que houve crime, também entra diretamente no caso. 

"Acionei a base do Cenipa em Recife. Houve uma morte e será aberto um procedimento administrativo. O Cenipa chegou hoje para apurar se a aeronave caiu por falha do piloto ou falha mecânica. Se for constatada alguma dessa hipóteses, o caso é encerrado. Agora se o monomotor caiu por causa de alguma sabotagem, a Polícia Civil investiga", explica o delegado. 

O local do acidente fica no povoado Taboca do Pau Ferrado, zona  rural Leste da cidade, área do 21º Distrito Policial. O delegado Odilo Sena ressalta que informações preliminares apontam que o voo foi realizado de maneira inadequada. 

O piloto que morreu no acidente aéreo foi identificado como Leandro Holfer.  Natural do estado do Pará, ele era o único ocupante do monomotor e ficou totalmente carbonizado. De acordo com o tenente-coronel, Jose Veloso, diretor de Engenharia e Relações Públicas do Corpo de Bombeiros do Piauí, a decolagem ocorreu por volta de 12h50 e a queda por volta de 13h10, desta sexta-feira (28).

Foto: Reprodução Instagram

 

Graciane Sousa e Joelson Giordani (TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir