Cidadeverde.com
Política

Firmino reage sobre apoio do João Vicente ao PL: "agora sabemos de que lado ele está"

Imprimir

Foto: Roberta Aline


O prefeito Firmino Filho (PSDB) reagiu à aliança entre o pré-candidato do PL, Fabio Abreu e o presidente do PTB, João Vicente Claudino.  Para Firmino, João Vicente quebrou um "equilíbrio" que existia.

"Para todos foi uma surpresa. Percebemos que o PTB teve um comportamento bastante característico. Em nível estadual sempre esteve com o PT.  O PTB, no primeiro governo do Wellington Dias foi chamado por dois partidos de oposição e não quis. Em 2010, foi prometido a cabeça de chapa. Foi negado pelo PT e mesmo assim, no segundo turno, o PTB foi decisivo para reeleger Wilson Martins. Quatro anos depois o PTB na chapa do PT. Existe a nível estadual o alinhamento", disse.

Firmino afirma que a decisão prova que João Vicente estará com o PT em 2022.
"O PTB faz parte da base. Historicamente, em Teresina, fazia parte do nosso arco de aliança. E sempre manteve uma certa independência. O PTB quebra um equilíbrio e assume um lado. O PTB faz parte da base do governo. Isso é salutar porque sabemos de que lado eles estão agora. Eles estarão juntos em 2022", disse. 

Sobre o Podemos, Firmino acredita que o partido será oposição ao Karnak.

"Buscamos conversar com o Podemos. Acho natural que eles fiquem na oposição ao esquema do governador e do PT. Existem vários candidatos da base aliada, é natural que o Podemos que tem posição critica ao governo fique fora dessas candidaturas do Palácio de Karnak", disse. 

O PSDB espera a definição do vice. A indicação será do Progressistas.

"Não existe definição. Nossa coligação tem vários partidos e, naturalmente,  quem tem essa indicação é o Progressistas. São  vários nomes debatidos. Mas vamos escolher o melhor", disse.

O prefeito afirma que não ha nenhum nome definido.

"Vi a postagem. Também fiquei curioso. No passado o vice saiu na véspera da convenção. A chapa é competitiva. Se ninguém quisesse seria o problema", destacou.

 

Flash Lídia Brito
[email protected]

Imprimir