Cidadeverde.com
Geral

Irmão do vereador Deolindo Moura é baleado ao evitar assalto de mãe e filha

Imprimir

O sargento da Polícia Militar do Piauí, João Evangelista Moura Filho, 35 anos, foi alvejado na região do abdômen na noite dessa quinta-feira (08). O caso ocorreu na Nova Teresina, na zona Norte de Teresina, quando ele participaria de uma reunião política do irmão, o vereador Deolindo Moura. O PM foi alvejado ao impedir que mãe e filha fossem vítimas de um assalto. 

"Eu estava na zona Sul e ele na zona Norte onde participaria de uma reunião política. Três indivíduos em duas motos estavam em atitude suspeita. Um deles abordou uma mãe e a filha. No momento do crime, a mãe conseguiu correr e a filha ficou em poder do bandido. Meu irmão viu que o bandido sacou a arma e foi fazer a abordagem quando foi alvejado e ainda conseguiu dar dois tiros", explica o vereador Deolindo Moura. 

A bala que atingiu o policial transfixou. Ele já foi submetido a uma cirurgia e o quadro de saúde é estável. 

"Ele passa bem, fez cirurgia no fígado, está estável  e vai continuar melhorando", disse Moura. 

O vereador repudiou as fake news que circulam nas redes sociais e aplicativos de mensagens envolvendo seu irmão. 

"Na minha casa são sete policiais. Meu irmão ajudaria qualquer pessoa, meu irmão ajudaria o próximo e não se esquivaria", disse o vereador. 

Deolindo Moura desabafa que a situação o deixou bastante desesperado. Ele relembra que já realizou  23 audiências na Câmara de Teresina sobre a violência. 

"É uma situação em todo o país e não parece ter uma solução, só piora. O desagregamento familiar, o empobrecimento da população e a falta de educação só agrava ainda mais a criminalidade. Eu me desesperei porque é uma questão além da política", disse o vereador Deolindo Moura.

 

Graciane Sousa e Yala Sena

[email protected]

Imprimir