Cidadeverde.com
Últimas

Maia e Alcolumbre prestam solidariedade às 150 mil vítimas de covid-19

Imprimir

Foto: RonaldoSilva/FuturaPress/Folhapress

Os presidentes do Senado e da Câmara, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), prestaram solidariedade aos familiares das 150 mil vítimas de covid-19 no País, marca que foi atingida neste sábado, 10.

"O Congresso Nacional se comove com todos os familiares das vítimas desta tragédia e permanece trabalhando para minimizar as consequências da pandemia", disse Alcolumbre.

Já Maia disse que seu pensamento estava voltado aos familiares e amigos de cada uma das 150 mil vítimas e destacou as ações do Parlamento no combate à doença.

"Como presidente da Câmara, quero dizer que o Legislativo priorizou, desde o início, o combate à covid e as suas consequências à economia, especialmente em relação aos mais vulneráveis que foram os mais atingidos", destacou.

O presidente da Câmara também afirmou que os desafios que se seguem vão exigir mais união, solidariedade e colaboração. "Ninguém vence uma crise dessa magnitude sozinho."

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro não comentou a marca que o País atingiu neste sábado, 10. Em transmissão nas redes sociais, disse lamentar as vítimas, mas chutou que "por volta" de 30% das mortes poderiam ser evitadas com uso de hidroxicloroquina na fase inicial da doença. Bolsonaro também voltou a criticar as medidas de isolamento social tomadas durante a pandemia.

Há pouco, em uma praia do Guarujá, o presidente fez outra transmissão ao vivo, em que apareceu posando para fotos com apoiadores, que formaram uma pequena aglomeração para cortejá-lo Todos estavam sem máscara.


Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir