Cidadeverde.com
Esporte

Seleção brasileira encerra preparação e Thiago Silva será capitão contra o Peru

Imprimir

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A seleção brasileira fez na manhã desta segunda-feira o último treino antes do duelo contra o Peru, marcado para terça-feira em Lima, pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Tite comandou a atividade no CT Joaquim Grava e definiu que Thiago Silva será o capitão na partida.

Thiago Silva foi capitão do Brasil na Copa do Mundo de 2014 e usou a braçadeira em dois jogos do Mundial da Rússia, em 2018. Ele foi convocado 123 vezes desde 2008, e, diante da Bolívia, chegou à marca de 90 partidas pela seleção brasileira, igualando Kaká como o 15º jogador que mais vezes atuou pelo time nacional

O zagueiro de 36 anos, que se transferiu do Paris Saint-Germain para o Chelsea nesta temporada, tem sete gols marcados com a camisa amarelinha. No primeiro jogo das Eliminatórias, o escolhido por Tite para usar a faixa de capitão foi o volante Casemiro.

Neymar havia sido selecionado para ser o capitão fixo do Brasil no ciclo para a Copa de 2022, no Catar, mas perdeu o privilégio depois da agressão do atacante do Paris Saint-Germain a um torcedor na final da Copa da França, em maio do ano passado.

Daniel Alves, então, ficou com a faixa na disputa da Copa América de 2019. Sem o experiente lateral-direito no grupo atual, o treinador resolveu voltar a aderir o rodízio no começo das Eliminatórias.

TREINO - Na atividade desta segunda, no CT do Corinthians, em São Paulo, os jogadores realizaram movimentação com dois times em campo reduzido. Assim como os demais trabalhos da seleção, o treino foi fechado à imprensa, mas foi possível acompanhar alguns minutos pela CBF TV.

Tite não mostrou a escalação que mandará a campo contra os peruanos. Ele dividiu os jogadores em dois times. Boa parte dos que atuaram contra a Bolívia usaram colete.

No grupo de colete estiveram: Weverton; Gabriel Menino, Marquinhos, Rodrigo Caio e Renan Lodi; Casemiro e Douglas Luiz; Everton Cebolinha, Everton Ribeiro e Neymar; Matheus Cunha. Já a outra equipe contou com: Ederson; Danilo, Felipe, Thiago Silva e Alex Telles; Fabinho, Bruno Guimarães e Philippe Coutinho; Richarlison, Rodrygo e Roberto Firmino.

O técnico dará uma entrevista coletiva ainda nesta tarde antes de a delegação embarcar para Lima, às 17 horas. A tendência é de que o treinador repita a escalação que goleou os bolivianos na última sexta.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir