Cidadeverde.com
Viver Bem

Hepatite: é possível evitar os vários tipos da doença

Imprimir

Causada pelo vírus hepatite B, essa doença é conhecida popularmente como amarelão. Seus principais sintomas incluem mal-estar, dores na cabeça e no corpo, além de febre e urina escura. Nas manifestações graves, também ocorre coceira pelo corpo e alterações na pele, que passa a ficar com uma coloração amarelada.

O diagnóstico é feito com exames de sangue, que conseguem detectar as partículas do vírus B no fígado do paciente. O tratamento dos sintomas, como mal-estar, pode ser feito com medicamentos específicos.

Orientação

Em geral, a transmissão do vírus ocorre por meio de relações sexuais e uso compartilhado de objetos cortantes, como agulhas. Ela também ocorre por conta da gravidez. A prevenção ocorre através da vacinação e do uso de preservativo durante as relações sexuais.

Por usa vez, a hepatite C também requer atenção especial. Afinal, ela pode evoluir para a forma crônica. Silenciosa, a doença não apresenta sintomas, nem mesmo na fase aguda. Isso dificulta o diagnóstico precoce e, consequentemente, o tratamento

O tratamento é feito com um medicamento específico, eficaz em quase 90% dos casos, independentemente do estágio da doença.

Frequente em crianças menores de cinco anos, a hepatite A tem um perfil diferenciado. Isso porque na maioria dos casos, o próprio corpo combate e elimina o vírus sem a necessidade de medicamentos. Entre os principais sintomas da doença estão dores fortes no abdômen, falta de apetite, dores de cabeça e febre intensa.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir