Cidadeverde.com
Cidades

Mulher é assassinada a facadas no Piauí; suspeito enterra roupa e arma

Imprimir

Foto: reprodução Facebook

Uma mulher identificada como Tatiana Matos foi assassinada a facadas na cidade de Castelo do Piauí, no interior do estado. O crime ocorreu na madrugada deste sábado (17) próximo a um trailler. O suspeito- que não teve a identidade confirmada- teria confessado o crime e em sua defesa disse que estaria recebendo ameaças de morte da vítima. 

A jovem foi morta com, pelo menos, sete facadas. O suspeito foi preso pela Polícia Militar e encaminhado para a delegacia de Campo Maior. A faca e a roupa usada por ele durante o assassinato foram enterrradas. 

"Ele foi preso em casa onde estava enterrada a roupa que ele usava e a faca. No depoimento disse que os dois se encontraram de madrugada, houve uma discussão e o crime porque ele já estaria sendo ameaçado por ela. O suspeito disse que  a vítima o ameaçava e que se ela não fizesse, os amigos dela iam fazer. A motivação será confirmada durante a investigação.  Ele conta também  que pagava para ter relações sexuais com a vítima há algum tempo, mas isso pode ter sido um argumento usado para tentar desqualificar a vítima, o que não muda nada para ele", explica Périkles Lima, delegado regional de Campo Maior.

Informações preliminares apuradas pela Polícia Civil apontam que a vítima "era conhecida da polícia" e seria usuária de drogas. 

Até o momento, não há confirmação se o suspeito tinha antecedentes criminais. 

"A investigação será feita pela Polícia Civil de Castelo do Piauí que vai apurar também se o suspeito devia alguma quantia para vítima, o que de fato o levou a cometer o crime. Até o momento só ele foi ouvido e foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil, pois pelo seu depoimento, não ficou caracterizado que o crime seria motivado por questões de gênero, o que configuraria feminicídio", explica o delegado  Périkles Lima, responsável pelo flagrante.


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir