Cidadeverde.com
Geral

Semar estuda estruturação do Parque Estadual do Cânion do Rio Poti

Imprimir

Foto divulgada pelo Governo do Piauí

A Câmara de Compensação Ambiental (CCA) da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar)  estuda a viabilização da estruturação e indenização do Parque Estadual do Cânion do Rio Poti.

De acordo com o a Semar, a "Câmara de Compensação Ambiental é um fórum para a tomada de decisões relacionadas à aplicação e uso dos recursos de Compensação Ambiental advindos do processo de Licenciamento".

A secretária estadual  de Meio Ambiente, Sádia Castro, relata que "os planos de manejo e a indenização da área são os primeiros passos para o processo de estruturação das Unidades de Conservação (UCs) do nosso estado. Esses planos servirão de base para a implementação das estruturas e dos programas nas UCs estaduais".

O Parque Estadual do Cânion do Rio Poti está localizado no município de Buriti dos Montes e "preserva fragmentos de caatinga com inúmeras espécies da flora nordestina sendo, também, habitat de diversas espécies da fauna", diz a Semar. A área abriga sítios de gravuras rupestres. Ele protege um dos principais trechos do Cânion do Rio Poti (Canalão). 

“A Semar vem trabalhando na ampla estruturação das unidades de conservação do estado. A intenção é que elas possam ser referência para a promoção do ecoturismo, para a pesquisa científica, para programas de educação ambiental e atividades que gerem desenvolvimento social e econômico de maneira sustentável”, acrescenta Sádia Castro. 

 

Carlienne Carpaso (com informações da Semar)
[email protected] 

Imprimir