Cidadeverde.com
Geral

Governador nomeia novo comandante geral do Corpo de Bombeiros

Imprimir

Foto: Roberta Aline/cidadeverde.com

O governador Wellington Dias (PT) nomeou o coronel Demetrius Rodrigues do Rego para assumir o comando do Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí. A nomeação foi publicada na edição de terça-feira(03) do Diário Oficial do Estado e tem efeitos retroativos ao dia 02 de novembro. 

Demetrius Rodrigues substitui o coronel Carlos Frederico, que comandou o Corpo de Bombeiros do Piauí nos últimos cinco anos e anunciou sua saída ao governador na última semana, após passar para a reserva remunerada. 

Por ser o único coronel da ativa a fazer parte dos quadros da instituição atualmente, Demetrius Rodrigues é o único apto a assumir a função de comandante geral. Ele deve permanecer no cargo, pelo menos, até o preenchimento das vagas de coronel com as promoções que ainda não foram realizadas. 

Em entrevista ao cidadeverde.com, o novo comandante afirmou que ainda está realizando um processo de transição para definir as prioridades de sua gestão. 

"No momento estamos no comando interinamente, acompanhando o desenvolvimento dos processos ainda pendentes do comando anterior e vamos avaliar as decisões que vamos tomar frente às novas demandas. Ainda estamos verificando todas as demandas para tomarmos as decisões", disse o coronel Demetrius. 

Com 29 anos atuação nos quadros do Corpo de Bombeiros, o coronel Demetrius Rodrigues exercia nos últimos meses a função de subcomandante geral. Ele também já exerceu diversas outras funções dentro da corporação, como Comandante Operacional, Comandante da 1ª e 3ª Companhia Independente, Chefe da 1ª e 2ª Seção, Diretor de Ensino e Instrução, Comandante do Grupamento  de Incêndio. 

 


Associação cobra promoções 

Ao comentar a nomeação do novo comandante, o presidente da Associação dos Bombeiros Militares, tenente Flaubert Rocha, parabenizou o coronel Demetrius Rodrigues, mas destacou a necessidade de maior agilidade no processo de promoção de novos coronéis para a instituição. De acordo com ele, três vagas para coronel estão em abertas, mas até o momento não foram preenchidas, apesar de existirem candidatos aptos. 

A questão acabou sendo judicializada, mas ainda sem previsão de um resultado positivo. 

"Atualmente, o coronel Demetrius é o único coronel da ativa, apesar de ter três vagas abertas. A Associação entrou na Justiça cobrando a promoção por antiguidade. Há bombeiros que estão aptos, que preenchem todos os requisitos e não foram promovidos. São três vagas, duas por antiguidade e uma por merecimento", destacou o presidente da Associação dos Bombeiros.

 

 

 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir