Cidadeverde.com
Últimas

'Serei a primeira vice-presidente dos EUA, mas não a última', diz Kamala em discurso da vitória

Imprimir

Foto: Reprodução/ Twitter 

Em seu discurso da vitória, Kamala Harris destacou a importância de ser a primeira mulher a assumir a vice-Presidência dos EUA. Ela e Joe Biden fizeram pronunciamentos em Wilmington, Delaware, na noite deste sábado (7).

Sorridente, ela começou o discurso citando John Lewis, emblemático líder dos direitos civis e congressista, morto em julho. "Lewis escreveu que a democracia não é um estado de coisas, é uma ação. O que ele queria dizer é que a democracia na América não está garantida. Ela é forte como a nossa disposição para lutar por ela, e foi exatamente o que vocês fizeram. É algo que pede sacrifício, mas há alegria nisso. Temos o poder de construir um futuro melhor", disse.

Os espectadores acompanharam o discurso em carros estacionados. E, entre as frases de Kamala, buzinavam e gritavam em sinal de apoio.

"Por quatro anos, vocês marcharam, pediram justiça, e então vocês votaram. Entregaram uma mensagem clara: escolheram esperança, união, ciência, verdade. Escolheram Joe Biden como presidente", disse.

"Quando minha mãe chegou da Índia, ela não podia imaginar esse momento. Mas ela acreditava em uma América em que um momento assim é possível", discursou Kamala.

"Joe Biden rompeu uma barreira ao escolher uma mulher como vice-presidente. Eu posso ser a primeira, mas não serei a última a ocupar essa função. Porque cada garotinha desse país está vendo hoje que este é um país de possibilidades. Seu país mandou uma mensagem clara: sonhe com ambição. Se veja de maneiras que os outros não te veem", prosseguiu.

"Ao longo da história, muitas mulheres lutaram e se sacrificaram muito por igualdade e justiça para todos. Mulheres negras, nem sempre lembradas, são a coluna vertebral da nossa democracia. Todas as mulheres que lutaram e protegeram o direito ao voto: essa noite eu reflito sobre sua luta. E me levanto sobre seus ombros", lembrou.

Kamala agradeceu à equipe de campanha e aos funcionários das seções eleitorais e da apuração, "que garantem a contagem de cada voto". E prometeu ser uma vice "leal, honesta e preparada, que acordará todos os dias pensando em vocês e em suas famílias".

"Agora o trabalho de verdade começa. Para vencer a pandemia, reconstruir a economia, arrancar pela raiz o racismo sistêmico no nosso sistema judicial e na sociedade, para combater a crise climática e para curar a alma da nossa nação. A estrada à frente não será fácil. Mas a América está pronta, Como estamos Joe Biden e eu", concluiu.

Kamala, 56, é a primeira mulher a ser eleita vice-presidente dos Estados Unidos, e também a primeira pessoa negra a chegar a este cargo. Antes, ela foi senadora e procuradora-geral na Califórnia, estado em que nasceu. Kamala é filha de um professor nascido na Jamaica e de uma pesquisadora vinda da Índia, que se conheceram nos Estados Unidos.

Fonte: Folha Press

Imprimir