Cidadeverde.com
Geral

Eleitores serão cobrados sobre uso da máscara e higienização no local de votação

Imprimir

Foto: divulgação CCOM

Estratégias sanitárias para garantir a segurança dos eleitores contra o novo coronavírus foram discutidas com o  governador Wellington Dias, o secretário estadual da Saúde, Florentino Neto e o diretor do Hospital Nathan Portela e membro do COE, José Noronha. O chefe do executivo estadual destaca que a recomendação é seguir a regra eleitoral já divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que os eleitores serão cobrados sobre o cumprimento de medidas de segurança contra o vírus. 

“Vamos cobrar que as pessoas possam cumprir os protocolos relacionados ao uso da máscara e a higienização. Foi isso que nos trouxe até aqui, evitando uma subida brusca na disseminação de coronavírus no Piauí. Hoje, estamos em uma situação de estabilidade que permite ao estado do Piauí uma condição favorável para que tenhamos um número adequado de pessoas comparecendo e participando do democrático processo eleitoral”, destacou o chefe do executivo.

O membro do COE, José Noronha, destacou que as ações do Estado vão focar em medidas de higiene sanitária que já são aplicadas à população, organização de fluxos e redução do tempo que as pessoas ficam expostas para realizar o processo eleitoral. 

"Essa organização será feita em cada seção para que o indivíduo chegue, seja atendido com presteza, leve a própria caneta para assinar, vote e saía. Além disso há a divisão dos fluxos. Eleitores mais idosos têm um horário preferencial", explica o médico. 

O secretário Florentino reitera que o TSE é soberano sobre o disciplinamento das eleições no Brasil e estabeleceu um Plano de Segurança elaborado pela Fio Cruz e outros organismos.


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir