Cidadeverde.com
Geral

No Dia Mundial da Gentileza, movimento promove intervenções de empatia no Brasil

Imprimir

Comemorado anualmente em 13 de novembro, o Dia Mundial da Gentileza surgiu oficialmente em 2000, com a intenção de inspirar pessoas a criar um mundo mais gentil. E, neste ano, a data ganha uma ação especial, promovendo intervenções de empatia por todo Brasil.

"Ser gentil é ser semente que faz o bem florescer", diz o poeta Bráulio Bessa, um dos integrantes do Movimento Ser Gentil.

O objetivo é estimular as pessoas a incluírem as práticas empáticas em suas rotinas.

Além disso, a ação quer propagar otimismo e boas ações coletivas, na internet, por meio do site e do Instagram, além da divulgação de peças gráficas.

A ideia surgiu a partir da necessidade de estimular a gentileza e gerar esperança nesse contexto de pandemia de covid-19.

Para Glauber Gentil, idealizador do Movimento, conhecer e respeitar as pessoas pode ser a chave para o sucesso e a tolerância.

A iniciativa teve sua estreia marcada com um bate-papo entre a apresentadora Angélica, o cantor Toquinho e o poeta Bráulio Bessa, disponível no YouTube no seguinte endereço na internet: https://www.youtube.com/watch?v=Ix50asct-w0&feature=emb_logo

Na conversa, Angélica entrevista os artistas que, juntos, fizeram o "manifesto do Ser gentil", um poema cantado que expressa a importância do carinho para com o próximo e como colocá-lo em prática.

Os versos, compostos exclusivamente para o Movimento, motivam a sociedade a dedicar um pouco de tempo para disseminar o bem, desde atitudes simples do cotidiano até práticas de doações por meio do site Eu Apoio e voluntariado.

O Movimento conta ainda com diversos desafios nas redes sociais que instigam a prática de gentileza no dia a dia. O site visa conectar quem deseja praticar a gentileza com mais frequência a instituições e projetos de diversas causas que precisam de ajuda

As atividades podem ser acompanhadas na plataforma e no perfil de Instagram. O Movimento já conta com o apoio de 26 empresas parceira.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir