Cidadeverde.com
Viver Bem

Lombalgia: causas e sintomas da dor na coluna

Imprimir

Foto: Roberta Aline

É comum escutar no ambiente de trabalho que algum colega está afastado das atividades porque a “coluna travou”. A possível causa do problema é a lombalgia, dor que acomete a região das cinco últimas vértebras, responsáveis por sustentar o peso de todo o corpo.

Segundo a Universidade Federal de São Paulo, 70% dos brasileiros entre 30 e 39 anos sofrem com a doença, considerada a principal causa de licença médica. A Organização Mundial da Saúde vai além: 80% da população de todo o planeta enfrentarão esse mal em alguma fase da vida.

Entre as dores mais comuns, perde apenas para a dor de cabeça. Já com relação a todas as enfermidades, é o segundo motivo de consulta médica, perdendo só para o resfriado comum.

Alerta

Na maioria das vezes, a lombalgia desaparece em até 6 semanas, mesmo que a pessoa não faça tratamento. Mas é melhor não arriscar. Após três meses de dor contínua, ela se torna crônica, incomodando de tempos em tempos. Quanto mais rápido procurar tratamento, mais curto e eficaz ele será.

As principais causas da lombalgia são: má postura, sobrepeso, falta ou má orientação de atividades físicas e a contratura muscular. Em determinados casos, porém, a dor na região lombar é apenas reflexo de outras alterações, como problema no intestino.

Por isso, o diagnóstico da dor lombar deve ser bem criterioso. Além de testes clínicos e musculares, é necessário fazer exames de raios-X e eletromagnéticos. Portanto, procure um médico especializado avaliar o caso e, com isso, determinar o melhor tratamento.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir