Cidadeverde.com
Economia

Encontro de Administradores debate os desafios da administração em meio a pandemia

Imprimir

Foto: Yasmim Cunha / Cidadeverde.com

A Pandemia da Covid-19 gerou impactos profundos na economia, exigindo das empresas e órgãos públicos respostas rápidas e eficientes. Provocou demissões, desemprego, fechamento de empresas, mas também mostrou que é possível enxergar possibilidades mesmo em situações adversas. 

De acordo com Roberthy Barbosa, presidente do Conselho Regional de Administração (CRP-PI), foi nesse contexto que os profissionais de administração precisavam se reinventar para enfrentar os desafios e criar novas oportunidades. “Em todo o mundo, cumprimos um papel central para a recuperação de empresas e órgãos públicos frente à crise imposta pela Pandemia do Novo Coronavírus”, afirma.

Ele ressalta ainda que, para ter êxito, é preciso ter conhecimento. “E é exatamente por isso que, mesmo em condições adversas, estão realizando o nosso 16º Encontro de Profissionais de Administração do Piauí, trazendo palestrantes de diversos países, para trocar experiências e proporcionar uma atualização das técnicas, metodologias e novas ferramentas da administração”, complementa. 

O terapeuta e professor Gelek Dirk Frettlor, da Alemanha, traz uma palestra sobre autoconhecimento. “Vamos falar de como nos entender melhor, nos livrar do estrres e começar um novo tempo no pós-pandemia”, afirma.

Brando Moseley, empresário da República Checa, traz uma palestra que ensina como contratar pessoas, quem contratar e quem não contratar. “A diferença entre um excelente trabalho paralelo e um excelente negócio, é a contratação. Encontrar pessoas certas, contratá-las e treiná-las bem vai ser a diferença entre um  negócio qualquer e um negócio que pode se sustentar”, afirma. 

O 16º ENAPI acontece entre os dias 24 e 29 de novembro, totalmente pela internet e, pela primeira vez, com caráter internacional. A expectativa é atrair mais de mil participantes de todo o país. O evento é direcionado à administradores/as, mas aberto ao público geral, sociedade civil e empresários.


Da Redação
[email protected] 

Imprimir