Cidadeverde.com
Geral

Lacen contabiliza mais de 100 mil exames de Covid-19

Imprimir

Foto: Ascom Merlong Solano

O Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (Lacen) atingiu, na tarde desta segunda(30), a marca de 100.251 exames RT-PCR para identificar COVID-19, realizados desde março deste ano, em todo o estado. Também chamado de swab, trata-se de um dos métodos mais confiáveis para detectar infecção pelo novo coronavírus.

A diretora do Lacen, Walterlene Carvalho, fala sobre as dificuldades enfrentadas pela equipe diante da pandemia. “Temos um corpo de profissionais muito comprometido e que não tem medido esforços. Quando há um grande volume de exames, realizamos mutirões pra dar conta da demanda. Tem sido um desafio para todos, mas cada um tem dado o melhor de si”, relata.

Diante da nova realidade, o Lacen precisou adquirir novos equipamentos e fazer parcerias, como a parceria feita com a Universidade Federal do Piauí. “No início da pandemia, nossa capacidade técnica era de 500 exames dia. Como recebemos um extrator automático, nossa capacidade aumentou para mil exames dia. Passamos a fazer mais extrações e em menor tempo. Hoje o resultado sai em até 48 horas”, afirma a diretora. 

Investimentos

O deputado federal Merlong Solano (PT) visitou recentemente o Lacen e fez o compromisso de ajudar o Lacen a superar algumas dificuldades, como a questão do espaço físico, que precisa ser ampliado diante do crescimento do volume de trabalho. 

“O Lacen tem participação efetiva no combate ao coronavírus porque esse enfrentamento é feito com controle, com mapeamento da doença, e isso só é possível graças à identificação das pessoas que foram contaminadas. A dedicação desses profissionais precisa reconhecida”, ressalta Merlong.

Além do RT-PCR, o Lacen também realiza exame sorológico por quimioluminescência em profissionais de saúde, ação que deve ser ampliada para a população em geral após licitação do material necessário. Ao todo, já foram realizados mais de 400 mil testes pelo Governo do Estado, dentre amostras enviadas ao Lacen e outros testes aplicados pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

[email protected]

Imprimir