Cidadeverde.com
Viver Bem

Cresce o número de cirurgias plásticas em homens

Imprimir

A população masculina cada vez mais tem se preocupado com diversas questões relacionadas ao bem-estar, prevenção e o diagnóstico precoce de doenças. Dentro dessa perspectiva vale ressaltar o crescimento do número de homens, de todas as idades e classes sociais, que se submetem à cirurgia plástica por razões estéticas.

No ano de 2019, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) emitiu dados comprovadores, que a cada dois minutos um homem faz um procedimento estético no Brasil. E cada vez mais preocupados em cuidar da saúde e da beleza do corpo, os homens da atualidade estão investindo cada vez mais nos tratamentos minimamente invasivos e também nas cirurgias estéticas. Prova disso é que entre 2009 até o momento, a quantidade de cirurgias plásticas realizadas no público masculino quadruplicou.

Entre os procedimentos cirúrgicos mais realizados pelos homens estão a redução das mamas (ginecomastia), transplante capilar, rinoplastia, otoplastia e lipoaspiração. O cirurgião plástico William Machado, destaca que o aumento na busca por essas intervenções estéticas masculinas aconteceu por causa do advento das redes sociais.

"Na última década os homens começaram a investir mais em seu bem-estar e autoestima. Essa tendência foi impulsionada, em grande parte, pela exposição nas redes sociais, que proporcionou uma verdadeira mudança no hábito masculino", disse o especialista.

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais requisitadas pelos pacientes na faixa de idade entre 20 a 30 anos, que desejam refinar o aspecto estético do nariz e, muitas vezes, melhorar a respiração. Outra também que ocorre é a ginecomastia que é o excesso de gordura e de tecido glandular mamário nos homens. O procedimento cirúrgico é indicado para os pacientes que sofrem com desconforto estético em decorrência deste aumento de volume mamário. O resultado final é o aspecto masculino da região peitoral, que se torna mais plana e firme.

William Machado comenta que a procura pela ginecomastia em homens é recorrente, principalmente por problemas psicológicos ocasionados pelo crescimento das mamas. "O aumento do tecido mamário em homens é bem mais comum do que se imagina. Causam frequentemente constrangimento e distúrbios no convívio social em pacientes com essa patologia. O tratamento é rápido, pouco doloroso e muito procurado por homens entre 20 a 30 anos, podendo ser realizado com lipoaspiração ou ressecção da glândula mamária", descreve.

Já a harmonização facial é um  procedimento simples, com tratamento rápido e destinado principalmente para homens que estejam à procura de procedimentos estéticos para corrigir imperfeições na face, mas que ofereçam uma beleza natural, sem grandes alterações.

 

[email protected]

Imprimir