Cidadeverde.com
Política

Deputados lançam Rafael Fonteles ao governo e garantem que MDB e PT estão unidos

Imprimir

Foto: Yala Sena

Secretário Rafael Fonteles


Deputados da base aliada ao governo trouxeram para os holofotes, nesta quarta-feira (2), a pré-candidatura de Rafael Fonteles, secretário Estadual de Fazenda, para as eleições estaduais de 2022.

Nos bastidores, o nome de Rafael Fonteles, é dado como certo para disputar as eleições estaduais, mas pela primeira vez os deputados João Mádison (MDB) e Franzé Silva confirmaram a união dos dois partidos para viabilizar a pré-candidatura.

Pelo menos por enquanto, o nome de Rafael Fonteles não encontra rejeição da base. O desejo do governador Wellington Dias (PT) é ter Rafael como seu sucessor. Entregou para o petista a coordenação do Pró-Piauí, que prevê investimentos da ordem de R$ 6 bilhões para áreas da saúde, educação, segurança e infraestrutura. É o maior programa de investimento da história do Estado.

Os dois parlamentares fizeram questão de afirmar que o MDB e o PT estão unidos. Circulou informação de estremecimento entre líderes das duas siglas, devido uma possível candidatura do senador Marcelo Castro (MDB) em 2022, fazendo oposição ao PT, e de que Rafael Fonteles iria se desfiliar do PT para ser candidato ao governo pelo MDB. O quase desastroso diálogo dos dois partidos para apoio ao prefeito eleito Dr. Pessoa (MDB), no segundo turno das eleições, reforçou a tese de rompimento. 

Fotos: Ascom/Alepi

Deputado Franzé Silva

O deputado Franzé Silva garante que não passa de informações plantadas pela oposição um possível racha entre petistas e emedebistas.

“Tem se falado que o MDB trabalha para reorganizar uma nova chapa majoritária para 2022, não é verdade, as discussões aqui na Assembleia é a existência de um alinhamento entre os partidos para 2022. Temos dialogado com os parlamentares e vemos que a base está unida com uma possível pré-candidatura de Rafael Fonteles. A oposição tenta plantar uma realidade que não é da base”, disse Franzé Silva.

O petista ressaltou ainda que o nome de Rafael Fonteles passará por diálogos com toda a base e que seu desempenho eleitoral até as eleições também será avaliado. 

Deputado João Mádison

A possibilidade de candidatura do secretário de Fazenda veio à tona após ele participar de uma audiência nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa. Ao encontrar com Rafael Fonteles e Franzé Silva, o deputado João Madison garantiu que Marcelo Castro não será candidato ao governo do estado, disse que o MDB e o PT estão unidos para vializar o nome de Rafael Fonteles e elogiou a atuação do petista.   

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir