Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo de Ceni ainda não convence e busca paz em semana sem jogos

Imprimir

O Flamengo venceu o Botafogo por 1 a 0, na noite de sábado (5), no Nilton Santos, e aliviou a pressão em cima do grupo após a eliminação na Copa Libertadores.

Com jogo apenas no próximo domingo, o elenco terá uma semana livre para trabalhar. E em um clima muito mais leve do que viveu nos últimos dias.

Por outro lado, o Flamengo segue pressionado para apresentar um futebol convincente. Contra o Botafogo, inclusive, o time teve um dos piores desempenhos sob o comando de Rogério Ceni. Nem mesmo o empate com o Racing-ARG, que tirou o time da competição internacional foi tão ruim.

Ao contrário dos últimos jogos, o Flamengo criou pouquíssimas chances e só conseguiu a vitória em vacilo do Botafogo, que errou bizarramente no gol de Everton Ribeiro. As demais oportunidades não foram tão claras, mas a qualidade nas finalizações não foi das melhores do mesmo jeito.

Aquele time envolvente que envolvia os adversários em um passado não muito distante ainda não apareceu nas mãos de Rogério Ceni. A grande virtude no clássico, no entanto, foi a marcação armada pelo treinador. O Flamengo sufocou o Botafogo, que tinha muita dificuldade para trocar três passes no meio de campo.

Mesmo assim, Gustavo Henrique ainda recebeu o cartão vermelho já no fim do segundo tempo. Lucas Campos, do Alvinegro, recebeu passe em profundidade e invadiria a área sozinho, mas foi puxado pelo zagueiro do Flamengo, que se sacrificou para evitar o empate.

Ceni discordou quando perguntado se o Flamengo teve boa atuação diante do Botafogo. Em seguida, no entanto, ele muda o discurso e diz que faltou ímpeto ofensivo ao time de maneira geral.

"Era importante jogar bem. Acho que o time controlou o jogo como um todo. Vamos ficar com a imagem daquela falta, a expulsão no fim do jogo. Mas, como um todo, o Flamengo teve o controle do jogo, propôs, tentou, teve as melhores oportunidades", disse o treinador.

"O finalzinho do jogo teve um suspense grande, se a gente tivesse feito o segundo gol teríamos definido. Eu queria mais gols, mas acho que o time controlou bem o jogo, teve a posse, o controle. O Botafogo se defende muito em linha baixa, é difícil penetrar.

A vitória colocou o Flamengo com a mesma pontuação (42) do Atlético-MG, que ainda jogará nesta rodada - recebe o Internacional, no Mineirão. O Rubro-negro volta a campo somente no próximo domingo, quando receberá o Santos, no Maracanã.

BERNARDO GENTILE
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir