Cidadeverde.com
Viver Bem

Ortopedista faz alerta para dores no ombro: capsulite adesiva

Imprimir

Foto: Divulgação Ascom

Dores na região dos ombros são comuns e os motivos para esses desconfortos podem ser diversos. Entre eles está a Capsulite Adesiva do Ombro, que é uma doença sem causa determinada e acontece devido à inflamação da cápsula articular, restringindo os movimentos dessa articulação. O alerta se dá porque no seu primeiro estágio, além da dor, os exames de imagem não mostram nada significativo, por isso o problema pode ser confundido com outras doenças. 

Após esse estágio inicial, ocorre a fase de congelamento, período em que além da dor o paciente começa a apresentar limitação para realizar movimentos com o braço. A Dra. Sara Portela, ortopedista e especialista em ombro, pontua que a partir de então é mais fácil o diagnóstico.

“Apesar de não ter causa definida, o que se percebe é que pacientes diabéticos e/ou com algum transtorno emocional, psicológicos são os mais acometidos”, explica. Ela ainda acrescenta que isso é percebido pelos relados dos pacientes que têm rotina estressante ou passam por situações que provocam essas inquietações, como no trabalho ou família.

Geralmente o problema se apresenta somente em um dos ombros por vez, sendo raro ocorrer a bilateralidade. Entre os especialistas, é de comum acordo que o tratamento precoce, após os primeiros sintomas, é o ideal.  A Dra. Sara destaca que ele “consiste no uso de medicamentos anti-inflamatórios, analgésicos e fisioterapias. Em alguns casos é necessário a associação de anticonvulsivantes e antidepressivos que auxiliam no tratamento de dores mais difíceis de serem tratadas com medicamentos convencionais”, informa.

Vale lembrar que a capsulite adesiva pode se apresentar tanto em pacientes mais jovens como idosos, homens e mulheres. Além disso, é fundamental ressaltar que nem toda dor no ombro está relacionada à capsulite adesiva. “Mas essa deve ser uma hipótese a ser considerada diante de um paciente que não tenha achados relevantes no exame físico e de imagem que justifique, especialmente se na anamnese for identificada algum fator que predisponha”, recomenda a Dra. Sara.

A ida dos pacientes ao ortopedista especialista em ombro é imprescindível para tratar e garantir uma boa recuperação da saúde.

 

[email protected]

Imprimir