Cidadeverde.com
Viver Bem

Vegetarianos: orientação para quem deseja viver sem carne

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Para os apaixonados por bife, viver sem comer qualquer tipo de carne pode parecer um grande sacrifício. Para uma parcela da população, no entanto, isso é normal. Desde o começo do século 21, o número de brasileiros vegetarianos, ou seja, que não comem nenhum tipo de carne, aumentou muito. O movimento, segundo pesquisas, cresce cerca de 5% ao ano.

Mas, afinal, o que leva uma pessoa a deixar de comer carne? Essa dieta tem benefícios? Pode fazer mal à saúde? Segundo especialistas, existem vantagens e desvantagens que precisam ser avaliadas antes de qualquer decisão.

Grupos

Existem vários tipos de vegetarianos, como as pessoas que não comem carne, mas consomem produtos derivados de animais, como ovos e leite (ovolactovegetarianos). Alguns bebem leite, mas não comem ovos nem carne (lactovegetarianos)

Já outros comem ovos, mas não consomem leite nem carne (ovo-vegetarianos). Existem ainda os vegans, que não bebem leite, não comem ovos, mel, nem carne e não usam nem mesmo blusas feitas com lã.

Orientação

Para quem ficou interessado em começar a dieta, é importante saber que a carne possui muita vitamina B12, algo que o corpo não produz. Portanto, essa vitamina precisa ser “reposta” de alguma maneira para não prejudicar a saúde.

Por isso, antes de seguir qualquer grupo é importante procurar um nutrólogo. Com a ajuda de exames, o profissional conseguirá identificar os nutrientes deficitários em sua dieta. Com uma análise precisa, será possível construir um cardápio sem carne, mas completo para preservar a sua saúde.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir