Cidadeverde.com
Esporte

Contra o Atlético-MG, São Paulo tenta superar queda de rendimento sem Luciano

Imprimir

Foto: Instagram @lucianoneve18

Desde que estreou pelo São Paulo, em 20 de agosto, Luciano ficou fora de cinco partidas. O compromisso frente ao Atlético-MG nesta quarta-feira (16), pelo Campeonato Brasileiro, será o sexto do time tricolor sem o atacante, lesionado.

Luciano se ausentou de um jogo do Brasileirão, por estar suspenso, e de quatro da Libertadores, pela qual cumpriu uma suspensão de três partidas herdada do Grêmio, de uma briga generalizada em um Gre-Nal. Ele ainda foi poupado de um jogo no torneio continental por desconforto muscular.

Nos cinco compromissos sem o atacante de 27 anos, o time tricolor obteve dois triunfos -3 a 0 sobre o Atlético-GO e 5 a 1 ante o Binacional (PER)-, um empate em 2 a 2 com o River Plate (PAR) e duas derrotas, para o time argentino e contra a LDU (EQU), por 2 a 1 e 4 a 2, respectivamente.

O aproveitamento do São Paulo sem Luciano, desde a sua chegada ao Morumbi, é de 46,67% em cinco partidas. Em compensação, com o atacante em campo, a situação é melhor: 15 vitórias, 11 empates e duas derrotas, um rendimento, portanto, de 66,6%.

O atacante, que sofreu um estiramento na coxa esquerda, é destaque também na participação em gols. Ele marcou 15 vezes e ainda deu sete assistências após a mudança para a capital paulista. Isso significa que participou de 42,3% dos 52 gols do São Paulo em jogos que esteve em campo.

As estatísticas comprovam a importância de Luciano na formação de Fernando Diniz. No jogo contra o Atlético-MG, ele não estará em campo. A comissão técnica se divide entre duas opções para o setor: Pablo e Vitor Bueno.

Justamente o jogo sem Luciano representa uma boa chance de o time tricolor se distanciar novamente na ponta do Brasileiro. A equipe tem 50 pontos conquistados, e o adversário da vez, o vice-líder Atlético-MG, 46. Um triunfo deixará o São Paulo em vantagem de sete pontos sobre o oponente.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Vitor Bueno (Pablo) e Brenner . T.: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG
Everson; Guga, Gabriel, Alonso e Guilherme Arana; Allan, Alan Franco (Zaracho) e Hyoran; Savarino, Eduardo Vargas e Keno. T.: Jorge Sampaoli

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (16)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Fonte: Folhapress

Imprimir