Cidadeverde.com
Últimas

Rafael Fonteles recebe a comenda Colar do Mérito Judiciário

Imprimir

Foto: Reprodução

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, recebeu nesta terça-feira (15), a comenda Colar do Mérito Judiciário. A honraria é concedida a autoridades que prestaram contribuições relevantes ao Poder Judiciário piauiense. A desembargadora federal Daniele Maranhão Costa, do TRF1; a juíza Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), o magistrado Luís de Moura Correia, e o empresário Átila de Melo Lira também foram homenageados.

 A solenidade aconteceu por videoconferência no início da noite e contou com a presença do governador Wellington Dias. 

"Fico feliz de no final do meu mandato poder homenagear essas cinco grandes personalidades", disse o presidente do TJ, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, ressaltando o trabalho do secretário de Fazenda.

“O Rafael está fazendo um excelente trabalho e hoje fico muito feliz pelo apoio ao poder Judiciário sobretudo nesse período grave de pandemia”, destacou.

Rafael Fonteles agradeceu a homenagem. “Foi uma surpresa muito grande. Fiquei numa felicidade imensa. Muito nos honra a mim e minha família, receber a maior honraria do poder Judiciário do Estado do Piauí. Creio que foi fruto da relação harmoniosa que construímos, mesmo em períodos de crise econômica. Seguindo o exemplo do governador Wellington Dias, procuramos sempre manter uma relação de muito diálogo e harmonia com os demais poderes. E temos avançando cada vez mais no aprimoramento dessas relações entre os Poderes”, afirmou.

O governador Wellington Dias parabenizou os homenageados e a iniciativa do TJ. “Quero parabenizar pela iniciativa de homenagear essas pessoas que têm história de serviços prestados ao Piauí e ao Brasil. Vocês têm todo o reconhecimento do Piauí. Tenho muito orgulho dos avanços que temos tido em nosso estado.”, destacou.

O Colar do Mérito Judiciário é a mais alta honraria concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) a pessoas e instituições, nacionais ou estrangeiras, que tenham prestado relevantes contribuições à área jurídica e à Justiça, de modo geral. A comissão responsável pela outorga do Colar é formada pelo presidente do TJ-PI e pelos dois desembargadores mais antigos. Anualmente, na primeira quinzena de dezembro, a comissão se reúne ordinariamente para discutir quem serão os agraciados. A medalha é acompanhada de um diploma e de livro próprio.

Da Redação
[email protected]

Tags: medalhaTJ
Imprimir