Cidadeverde.com
Política

Wellington diz que situação atual é igual a de maio sobre contaminação da Covid no país

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O governador Wellington Dias (PT) informou protocolou um pedido ao presidente Jair Bolsonaro, em nome de todos os governadores, para que o governo federal prorrogue a situação de calamidade no País. Segundo o governador, muitas regiões do país vivem situação parecida aos meses de março e maio no avanço das contaminações pelo novo coronavírus.

Wellington destaca, também, a dificuldades que muitos estados do país vivem com a falta de leitos de hospital e de respirados para a internação de pacientes em estado mais grave. 

“Estamos vivendo uma situação semelhante a de março e maio. Elevada transmissibilidade, taxa de ocupação de leitos hospitalares em vários lugares, com situação de calamidade, pessoas precisando de um leito de respirador e não tem. O número de óbitos ampliou muito e tudo isso justifica a prorrogação da calamidade. O Piauí vai fazer, o desejável é que seja para o Brasil inteiro”, disse. 

Para o governador, o país já tem condições de iniciar a vacinação a partir do dia 20 de janeiro. “Acertamos que toda vacina comprada no Brasil vai entrar no plano nacional de imunização.  Somente o excedente pode ser vendido fora do plano nacional de imunização. Para alcançarmos mais de 70% da população imunizada. Acredito que no dia 20, 21 teremos condições de iniciar a vacinação”, disse.

Lídia Brito
[email protected]

Imprimir