Cidadeverde.com
Vida Saudável

Especialista dá dicas sobre alimentação saudável nas festas de fim de ano

Imprimir

Dezembro é um dos meses mais festivos do ano. Com a proximidade do período do Natal e Réveillon, muitas pessoas costumam sair da rotina e consumir calorias extras nas solenidades em família e com amigos. Porém, é importante ter atenção para alguns excessos e manter uma alimentação equilibrada, como o consumo de carnes brancas e magras e saladas verdes.

Comer é um dos grandes prazeres da vida, mas é necessário cuidado para não exagerar demais, e entrar o ano já se arrependendo pelo descontrole alimentar. A nutricionista Sílvia Fernanda faz algumas recomendações para uma alimentação mais balanceada nesse período.

“Diante desse período de fim de ano, muitas famílias costumam realizar banquetes e com variados tipos de alimentação. Normalmente a alimentação natalina acontece a noite, então o recomendado é ser feita uma refeição leve à base de carnes brancas e magras, saladas verdes e frutas. Além disso, a nossa orientação é que as pessoas aumentem o consumo de aves, peixes e frutas ricas em água, como morango, pêssego, abacaxi, melancia, dentre outros. Estes alimentos possuem fatores nutritivos e que contribuem bastante para um corpo mais saudável”, orienta.

As bebidas alcóolicas devem ser ingeridas com moderação. Recomenda-se que se dê preferência ao vinho, que é rico em antioxidantes e ajuda a combater o envelhecimento precoce e tem em média entre 70 a 80 calorias em 100ml. A champagne também é uma boa opção com 80 a 90 calorias em 100ml.

Silvia Fernanda cita ainda algumas substituições alimentares que podem ser feitas por produtos mais em conta nos supermercados. “Diante dos altos preços, que geralmente, aumentam nesse período festivo, algumas substituições podem ser feitas para que as famílias continuem possuindo uma alimentação equilibrada e acessível. Uma delas é a substituição do peru por frango e as castanhas, amêndoas e nozes por frutas da época. Boas opções e mais acessíveis. Desejo a todos boas festas e que se alimentem bem”, finaliza a especialista.

 

[email protected]

Imprimir