Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo e Grêmio se enfrentam em disputa por vaga na final da Copa do Brasil

Imprimir

Grêmio e São Paulo iniciam nesta quarta-feira (23), às 21h30, em Porto Alegre (RS), a briga para definir quem será um dos finalistas desta Copa do Brasil. E o sucesso das equipes vai passar diretamente pelos pés da molecada.

Foto - Divulgação - São Paulo

Os tricolores de São Paulo e do Rio Grande do Sul chegaram entre os quatro melhores do mata-mata principalmente pelas boas atuações de seus pratas da casa. Nada menos que nove jogadores formados na base dos dois clubes deverão entrar em campo como titulares na Arena do Grêmio.

Na equipe de Renato Gaúcho, o atacante Pepê, 23 anos, virou o principal destaque da equipe após a saída de Everton Cebolinha para o Benfica (POR). 

Com 14 gols nesta temporada, ele lidera uma legião de jovens talentos no Grêmio, que ainda deve contar com Jean Pyerre, 22 anos, Matheus Henrique, 23, Darlan, 22, e, possivelmente, Ferreira, 22, todos formados na base do clube.

Já o conjunto montado por Fernando Diniz terá Luan, 21 anos, Gabriel Sara, 21, Igor Gomes, 21, e a principal esperança de gols, Brenner, 20, todos vindos de Cotia.

Com seis gols, o centroavante é o goleador da competição, empatado com Rodolfo, do América-MG.

Após anotar 20 gols em 35 jogos disputados, Brenner é ainda o maior goleador da equipe nesta temporada e um dos responsáveis pela ascensão do tricolor paulista nos últimos meses.

Outros pratas da casa, como Diego Costa e Toró, do lado são-paulino, e Ruan e Lucas Araújo, pelos gremistas, são opções no banco e podem ser acionados para tentar mudar os rumos da partida no Sul.

Atual líder do Campeonato Brasileiro, a equipe de Fernando Diniz almeja a conquista de um título inédito para a instituição. Na única vez em que esteve numa final de Copa do Brasil, em 2000, o São Paulo perdeu de virada para o Cruzeiro por 2 a 1, na partida de volta, no Mineirão, e ficou com o vice.

Se ao clube do Morumbi falta experiência no torneio, seu adversário está mais do que habituado a levantar o caneco. O Grêmio é o segundo maior campeão da competição, com cinco títulos, e só perde para o Cruzeiro, que soma seis troféus.

A última conquista gremista no mata-mata nacional foi há quatro anos, já com Renato Gaúcho no comando. O treinador, desde 2016 no Grêmio, tem o trabalho mais longevo entre os clubes da elite nacional, seguido justamente por Fernando Diniz, que assumiu o São Paulo em setembro do ano passado.

Para a partida desta quarta, Fernando Diniz tem apenas Luciano como dúvida. Já Renato não contará com Pinares, Luiz Fernando, Robinho e Orejuela.

Fonte: Folhapress

Imprimir