Cidadeverde.com
Geral

Hospital de campanha da UFPI fica sem energia e pacientes são transferidos

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

A forte chuva e os ventos da noite de ontem (31) resultaram na interrupção do fornecimento de energia no hospital de campanha Pedro Balzi, localizado no campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no bairro Ininga. Por causa da situação, dois pacientes que estavam internados no local precisaram  ser transferidos para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

A queda de energia foi ocasionada por uma árvore que atingiu a rede elétrica da universidade. Parte da cobertura de uma das tendas montada também foi danificada. Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local pela manhã para retirar os galhos e desobstruir o espaço. 

De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Saúde(FMS), Gilberto Albuquerque,  até o momento, o hospital de campanha, que atende pacientes com sintomas da Covid-19,  permanece funcionando através de geradores, enquanto as equipes da Equatorial recuperam os danos. 

"Estamos com o gerador funcionando normalmente, desde a queda de energia. Dois pacientes, que estavam em estado mais grave, foram transferidos, porque poderiam vir a precisar de intubação.  Quando nós ligamos o gerador, ficamos sem reserva técnica, porque o gerador já é a reserva. Então, esses pacientes foram transferidos mais por uma questão de segurança", explicou. 

Ainda de acordo com Gilberto Albuquerque, outros 16 pacientes permanecem internados no hospital de campanha Pedro Balzi. "São pacientes de enfermarias comuns", destacou. 

Equipes da Equatorial, concessionária responsável pelo abastecimento, estiveram no local desde o final da manhã desta sexta-feira realizando o reparo. Procurada pelo Cidadeverde.com, a empresa informou, por volta das 16h, que o serviço havia sido concluído. 

"As equipes compareceram ao local e constataram defeito interno na instalação do hospital. Ainda assim, a Equatorial forneceu todo o suporte e regularizou o cliente", disse a Equatorial, através de sua assessoria de comunicação. 

 

Natanael Souza
[email protected] 

 

 

Imprimir