Cidadeverde.com
Geral

Temporal derrubou muros na UFPI e torre de transmissão

Imprimir

Fotos: Cidadeverde.com

O temporal do dia 31 de dezembro causou muitos estragos no campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no bairro Ininga, zona Leste de Teresina. Foram registradas queda de árvores, destruição de muros e derrubada da torre de transmissão da Rádio Universitária. Vias de acesso chegaram a ficar interditadas, com trânsito restabelecido após ação da própria PREUNI, a Prefeitura Universitária.

Segundo a UFPI, o campus foi afetado também pela falta de energia, fazendo que a prefeitura tivesse atenção especial a setores como laboratórios e biotério. De acordo com Alessandro Rhadamek, da PREUNI, a preocupação principal, no primeiro momento, foi preservar o funcionamento de espaços como o biotério, Hospital Universitário e ginásio de badminton, onde funciona o hospital de campanha. "Foi um trabalho intenso, mas conseguimos", diz.

A Universidade também cuidou das vias de acessos, já que os bombeiros estavam sobrecarregados com urgências em diversas áreas da cidade. O próprio reitor Gildásio Guedes acompanhou os trabalhos desde as primeiras horas de ontem. 

"Nossa intenção foi no sentido de que tudo estivesse normalizado o mais rápido possível", afirmou o Reitor.

Rádio fora do ar

A orientação de Gildásio foi de priorizar a atenção a laboratórios. O biotério, por exemplo, estava sem energia desde o dia 31 à noite, mantido por gerador. Segundo Rhadamek, os geradores estavam sendo reabastecidos para garantir a preservação de materiais.

A tempestade derrubou a torre da rádio, que está fora do ar. Também derrubou árvores, com danificação do muro em três pontos. 

No Centro de Ciência da Educação, junto ao curso de Comunicação, uma árvore só não caiu por que ficou sustentada pela viga de concreto da estrutura do prédio.

A anergia foi reestabelecida na região na manhã deste sábado.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir