Cidadeverde.com
Cidades

Município de Lagoa de São Francisco recebe Festival da Galinha Caipira

Imprimir

Foto: Ascom

Durante esta semana, foi realizado o primeiro Festival de Galinha Caipira na comunidade indígena Kolping Nazaré, em Lagoa de São Francisco. Ao todo 27 famílias são beneficiadas com criação de galinha caipira, por meio do Programa de Geração de Emprego e Renda no Meio Rural (Progere II), sendo contempladas com toda a estrutura para manejo e produção com tecnologias inovadoras.

Na comunidade, os técnicos da regional Piripiri do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater), Dionísio Uchoa e Fabiano de Oliveira fazem o acompanhamento.

O cacique Henrique, beneficiado pelo projeto, falou sobre a importância da presença do Emater. “Os técnicos do Emater estão fazendo um ótimo trabalho aqui na comunidade. O sucesso do nosso projeto se deve muito a isso”, destacou.

O diretor-geral do Emater, Francisco Guedes, comentou sobre a necessidade de apoio à avicultura caipira no Estado. “Essa tem sido uma de nossas bandeiras: aproveitar o potencial que já existe em nosso Estado para proporcionar melhores condições de vida a nossa população. A galinha caipira, que já é parte da nossa culinária, caminha para se tornar uma alternativa para o crescimento de nossa economia e o Emater é uma das instituições que auxilia nessa transformação”, afirmou Guedes.

Durante os últimos meses, diversas iniciativas foram criadas pelo Emater para fortalecimento da avicultura caipira, conheça o curso de capacitação de produtores na área, completo, em dez módulos no YouTube: https://cutt.ly/cjjTbou

Marinete da Silva Pereira, também residente da comunidade aproveitou a oportunidade para falar sobre as expectativas de melhoria de renda com o projeto. “Nós não tínhamos uma renda fixa e agora com esse projeto as coisas já estão melhorando. Os técnicos do Emater nos ensinaram muita coisa, como cuidar das galinhas, entre outras coisas, a gente acredita que a renda das nossas famílias vai melhorar bastante”, afirmou.

O Progere foi instituído pelo Decreto Governamental Nº 14.626 de 31 de outubro de 2011, modificado pelo Decretro 15.664 de 13 de junho de 2014 e tem o objetivo de aumentar a renda dos pequenos produtores rurais, mediante a concessão de incentivos financeiros e de assistência técnica para a implantação de práticas agrícolas ambiental, social e economicamente sustentáveis, e  a inclusão desses produtores nos mercados dos arranjos produtivos relevantes. No Piauí é coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e executado pelo Emater-PI.

Da Redação
[email protected]

Imprimir