Cidadeverde.com
Geral

Greco prende suspeito com R$ 117 mil em dinheiro manchado

Imprimir

Foto: divulgação PC-PI

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) apreendeu cerca de R$ 117 mil reais em células manchadas de tinta provenientes de roubo de caixa eletrônico. O dinheiro estava em uma residência no bairro São João, na zona Leste de Teresina, onde um suspeito foi preso nesta segunda-feira (11). 

"Foi cumprido mandado de busca na residência do investigado onde se apreendeu o dinheiro e alguns eletrônicos. O investigado já responde a processos por roubo, furto, associação criminosa, receptação e adulteração de veiculo", explica o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco. 

Foto: divulgação PC-PI

As cédulas estavam dentro de uma mochila escondida debaixo de uma cama. Há indícios que o dinheiro apreendido tenha sido roubado durante explosão ao posto de atendimento do Bradesco que funcionava dentro da Secretaria de Saúde de Altos, no interior do Piauí, em novembro de 2020. 

Foto: divulgação Roberta Aline/ Cidadeverde.com

"Quando ele percebeu a presença da polícia, correu para tentar se esconder e fechou a porta com uma trava de segurança. Já estava sendo monitorado há algum tempo e, provavelmente, ficou como responsável por limpar as notas. Isso é possível, mas o produto também tira a identificação do dinheiro e dá pra saber que é produto de roubo. A prisão dele é resultado de investigação que já dura alguns meses e já prendemos pelo menos quatro suspeitos de estouro a banco. Com essa prisão, vamos avançar ainda mais a investigação", declarou o coordenador do Greco. 

Foto: divulgação PC-PI

O investigado de iniciais I. S. D. S. E será levado à audiência de custódia neste terça-feira (12). Pelo flagrante, ele deve responder por recepção dolosa e lavagem de dinheiro.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir