Cidadeverde.com
Esporte

Na estreia de Tuchel, Chelsea empata sem gols e segue longe dos líderes do Inglês

Imprimir

Foto: reprodução Instagram @chelseafc

Na estreia do técnico Thomas Tuchel, o Chelsea voltou a decepcionar sua torcida nesta quarta-feira. Apesar das mudanças realizadas pelo novo treinador, o time londrino ficou no 0 a 0 com o Wolverhampton, no Stamford Bridge, em rodada do Campeonato Inglês. Como consequência, o Chelsea se manteve distante dos líderes da tabela.

Com 30 pontos, ocupa o oitavo lugar. No entanto, tem um jogo a mais que a maioria dos rivais acima na tabela. Apenas o West Ham, atual quarto colocado, soma os mesmos 20 jogos até agora. Já o Everton, sétimo colocado, disputou apenas 17 partidas até agora.

A partida desta quarta marcou a estreia de Thomas Tuchel, que ficou conhecido por levar o Paris Saint-Germain à final da última Liga dos Campeões. Apesar disso, o treinador havia sido demitido do clube francês em dezembro, de forma surpreendente.

Com uma nova chance em uma equipe grande, Tuchel mudou parte da defesa do Chelsea, mas manteve o zagueiro Thiago Silva e o volante Jorginho como titulares. O meio-campo foi o setor mais afetado, com Kovacic, Hakim Ziyech, Kai Havertz e Hudson-Odoi, jogando logo atrás de Olivier Giroud.

Atuando em casa, contra o irregular Wolverhampton, o Chelsea dominou do começo ao fim. Teve as melhores oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo, mas falhou demais nas finalizações. Giroud e Ben Chilwell foram os responsáveis pelo maior número de chances desperdiçadas.

Na segunda etapa, o Chelsea perdeu fôlego no ataque e caiu de ritmo. Do outro lado, os visitantes cresceram e levaram perigo no ataque, inclusive com uma bola na trave. Mas, com ambas as equipes com dificuldades nas finalizações, o placar acabou inalterado até o apito final.

Ainda nesta quarta, o Burnley superou o Aston Villa por 3 a 2, em casa. Apesar do triunfo, o Burnley segue buscando se afastar da zona de rebaixamento, com 22 pontos. Já o Aston Villa ocupa a zona intermediária da tabela, com 29.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir