Cidadeverde.com
Geral

Produtos fitoterápicos clandestinos são apreendidos em operação

Imprimir

 

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e a Decooterc, realizaram, nesta quinta-feira-feira (28), a Operação “Placebo” em distribuidoras e fábricas de Teresina e apreendeu quase 30 mil produtos fitoterápicos clandestinos, que seriam impróprios para o uso.

A investigação foi iniciada após denúncia anônima sobre o fato. A operação contou também com o apoio da Vigilância Sanitária, Secretaria de Fazenda e outros órgãos de controle.

Cinco distribuidores e drogarias foram fiscalizadas pela equipe. Produtos também foram apreendidos em laboratórios localizados na zona rural de Teresina que não possuíam autorização para produzir os placebos e que já haviam sido interditados anteriormente pelas autoridades de fiscalização competentes.

Mais de 30 mil unidades de remédios foram apreendidas e serão incineradas posteriormente. Entre outros crimes previstos, estão os contra a ordem tributária e contra a saúde pública.

Durante a operação foi constatado que uma das fábricas visitadas, já havia sido interditada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), mas continuava comercializando os produtos que não possuem nenhuma eficácia.

Segundo o chefe de fiscalização do Procon, Arimatea Arêa Leão, a operação teve bons resultados. “Nosso trabalho é garantir a proteção dos consumidores. Conseguimos tirar de circulação quase trinta mil produtos impróprios para uso, um trabalho em conjunto do Procon com outras instituições e quem tem levado resultado à sociedade”, pontua Arimatea.

 

[email protected]

 

 

Imprimir