Cidadeverde.com
Últimas

Chegada de insumos da China permite acelerar vacinação, diz governador

Imprimir

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador Wellington Dias (PT) comemorou a informação divulgada pelo governo de São Paulo de que os insumos para produzir mais 8,6 milhões de doses da Coronavac, vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, devem chegar ao Brasil na quarta-feira (3). Segundo o governador do Piauí, os insumos vão permitir acelerar a campanha de vacinação no Brasil.

“Notícia muito boa. Permite acelerar para fevereiro e até começo de março ampliação de vacinação no critério da idade e comorbidades, e com as vacinas já aplicadas passarmos dos 10% da população imunizadas. Bom trabalho, governador Dória”, disse Wellington Dias.

Com a chegada dos insumos, Wellington Dias, que coordena o Fórum de Governadores do País sobre a vacinação e preside o Consórcio Nordeste, acredita que é possível atingir a meta de 25% de imunização da população do país.

"Vai permitir com o que já estamos aplicando de vacina, passar de 10% de brasileiros vacinados até começo de março. Vamos seguir trabalhando juntos pois cresceu a chance de alcançar a meta de 25% da população brasileira imunizada. Toda a população do grupo de maior risco: cerca de 50 milhões de pessoas. E é isto que vai reduzir adoecimento, reduzir hospitalização e reduzir óbito em mais de 50%", afirmou.

O governo de São Paulo divulgou imagens da carga sendo encaminhada ao aeroporto de Pequim, na China, na madrugada deste domingo (31), onde aguarda liberação alfandegária. Distribuídos em contêneires e levados em sete caminhões até o aeroporto, o lote contém 5,4 mil litros de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), composto que será formulado e envasado no insitutito paulista.

Nesta segunda, os governadores solicitaram agenda com Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello,  para tratar do Cronograma de entrega de vacinas para permitir planejamento para vacinação pelos Estados / Municípios.

“E já acertado para próxima sexta, 10h30, com Embaixador da China, que está acompanhando com o governo da China sobre cronograma de entrega de IFAs pelos contratos com Butatan e Fiocruz, para produção de 100 milhões de doses no Brasil por cada laboratório", finalizou Wellington.

Hérlon Moraes (Com informações da Folhapress)
[email protected]

Imprimir