Cidadeverde.com
Geral

Ministério diz que novas vacinas serão enviadas ao Piauí no dia 23 de fevereiro

Imprimir

Pelos próximos 11 dias a vacinação contra a Covid-19 não deve avançar nas etapas de grupo prioritário no Piauí. Em nota enviada ao Cidadeverde.com, o Ministério da Saúde informou que a previsão é que o envio de novas doses de vacina para novos públicos-alvos seja realizado apenas no dia 23 de fevereiro. 

Um total de 4,8 milhões de doses devem ser entregues às 27 Unidades Federativas, seguindo critérios previamente definidos no Plano Nacional para Operacionalização da vacinação contra a COVID-19 (PNO). 

O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, explica que assim que os novos lotes chegarem, em até 12 horas, as doses são distribuídas aos municípios piauienses tanto pelo transporte aéreo como o rodoviário.  A expectativa é que idosos a partir de 75 anos entrem na nova fase da vacinação.

O secretário garante, ainda, que a segunda dose do públicos-alvos que já foram vacinados na primeira está garantida. 

“Nós garantimos que para os públicos-alvos que estão previstos no programa nacional de imunização e que já tivemos autorização para vacinação não haverá falta de vacina porque além de nos preocuparmos com a distribuição mais rápida possível, nos preocupamos com a segurança da campanha reservando a quantidade suficiente para a segunda dose”, explica. 

Segundo dados do vacinômetro da Sesapi, 53.492 pessoas já receberam a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 no Piauí e 36 completaram o esquema de imunização com a segunda aplicação do imunizante. 

No grupo prioritário da primeira fase de vacinação estão trabalhadores de saúde, pessoas com deficiência institucionalizadas, pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas em abrigos, idosos com 90 anos ou mais e indígenas. No entanto, nenhum índio no Piauí ainda foi vacinado contra a Covid-19. Nesta semana o  cacique Henrique Manoel do Nascimento, coordenador da Apoinme (Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do NE, MG e ES), contou que os povos em território piauiense foram excluídos do Plano Nacional de Vacinação do Governo Federal. 

Foto: Roberta Aline

Veja nota do Ministério da Saúde

A distribuição de doses é realizada a partir do cronograma de entrega escalonado que os laboratórios contratualizados pelo Ministério da Saúde têm oficializado junto a pasta. Neste sentido, tendo como referência o documento atualizado, a previsão da pauta de distribuição da Etapa 5 é para o próximo 23 de fevereiro, num quantitativo total de doses de 4.8 milhões do Butantan a serem entregues às 27 unidades federadas, seguindo critérios previamente definidos no Plano Nacional para Operacionalização da vacinação contra a COVID-19 (PNO): riscos de agravamento e óbito pela Covid-19, visando  promover a redução da morbimortalidade causada pelo novo coronavírus, bem como a manutenção do funcionamento da força de trabalho dos serviços de saúde e a manutenção do funcionamento dos serviços essenciais.

Até o momento, o Ministério da Saúde encaminhou às UF quantitativo para vacinação do público prioritário abaixo:

·         73% dos trabalhadores de saúde

·         100% das pessoas de 60 ou mais institucionalizados

·         100% das pessoas com deficiência institucionalizados

·         100% dos povos indígenas; e

·         100% das pessoas com 90 anos ou mais

O quantitativo varia por UF, proporcionalmente ao número de pessoas deste grupo.

 

Izabella Pimentel
[email protected]

Imprimir