Cidadeverde.com
Política

Vereador Paulo Lopes questiona diminuição da verba do combate à covid em Teresina e demissão de servidores

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O vereador Paulo Lopes (PSDB) recebeu com preocupação a informação dada pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, de que foram demitidos servidores que trabalham diretamente no atendimento a pacientes com covid e a diminuição do valor investido no combate à pandemia. 

Em reunião especial realizada na Câmara Municipal nesta quinta-feira (25), Gilberto Albuquerque afirmou que foram demitidos 1.500 servidores e a redução na folha de pagamento da FMS foi de R$ 9,182 milhões. Em março, segundo o gestor, serão demitos 2.300 servidores.

"Essa informação nos traz muita preocupação com a continuidade do serviço que vinha sendo prestado à população que precisa do serviço público para se tratar de uma doença tão grave como a covid-19", destaca o parlamentar. 

Ainda segundo Gilberto Albuquerque, os hospitais de campanha foram fechados porque não tinham condições de atender os pacientes. "Porém, quando Teresina enfrentava um dos seus maiores desafios diante dessa pandemia, foram os hospitais de campanha que salvaram vidas e contribuíram para que não tivéssemos com o sistema de saúde tão sobrecarregado", disse o vereador.

[email protected]

Imprimir