Cidadeverde.com
Geral

Operação fecha 600 estabelecimentos e drones serão usados em fiscalização

Imprimir

Foto: PM

A Polícia Militar do Piauí informou que vai utilizar drones para ajudar na fiscalização do cumprimento das medidas impostas pelo mais recente decreto assinado pelo governador Wellington Dias. 

Somente nos dois primeiros dias da operação, que é realizada em parceria com Vigilância Sanitária estadual e dos municípios, 632 estabelecimentos foram fechados em todo Estado. De acordo com o levantamento da PM, 2.512 pessoas foram orientadas e 1.492 veículos abordados.

Os drones serão colocados nas ruas para facilitar a fiscalização. 

“Esse equipamento já vem sendo usado em várias operações nossas e, especificamente, nesse cumprimento dos decretos. Nós estamos auxiliando as viaturas, equipes operacionais caracterizadas para que possamos municiar de imagens, informações e até mesmo para fazer relatórios para encaminhar aos órgãos competentes para que sejam tomadas as providências necessárias que cada descumprimento ocasiona”, explica o tenente-coronel Galvão.

O novo decreto proíbe a realização de atividades que envolvam aglomeração em eventos culturais, boates, casas de show, bem como o funcionamento de bares e restaurantes após as 22h e quaisquer tipos de estabelecimentos que promovam atividades festivas em locais abertos ou fechados.

Segundo o capitão Charles Castelo, a PM atua em conjunto com outros órgãos a fim de garantir o cumprimento do decreto. “A Polícia Militar está trabalhando e dando apoio à Vigilância Sanitária, tanto do estado, quanto dos municípios. Costumamos realizar essas operações apoiando os fiscais no que for necessário. Aqueles estabelecimentos que estão em desacordo com os decretos estadual e municipal estão sendo notificados”, declarou.

 

Da Redação
redaçã[email protected] 

Imprimir