Cidadeverde.com
Geral

Nove municípios piauienses receberam menos doses que o público-alvo

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Pelo menos nove municípios piauienses já informaram que receberam menos doses que o número de idosos existentes na cidade para a vacinação contra a Covid-19. O caso mais grave, até agora, é de Bom Jesus (a 600 km de Teresina) que faltam 93 doses para idosos com 90 anos. O levantamento está sendo feito pelo Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Piauí (Consems-PI). 

De acordo com a presidente do Conselho, Leopoldina Cipriano, essa defasagem acontece porque o Ministério da Saúde se baseia nos dados do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, com uma estimativa para 2021. 

“Porém essa estimativa ainda está errada. O Ministério da Saúde mandou uma quantidade de vacinas, quando na realidade, a lista nominal feita pelos agentes de saúde é acima da estimativa do Ministério”, explica Leopoldina. 

Ela disse que o problema foi identificado nas doses para o grupo prioritário acima de 90 anos. E já foi oficiado ao Ministério da Saúde e à Secretaria Estadual da Saúde do Piauí (Sesapi). 

“Até sexta-feira(05) estamos fazendo um levantamento de quantos municípios estão com este problema e alinhando junto com a Sesapi uma solução para o problema. Todos dos estados guardam 5% das doses para eventuais problemas e estamos pactuando para saber como vamos resolver esta questão”, destacou. 

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Cipriano informou que, por causa deste problema, as prefeituras estão priorizando vacinar os acamados e com a chegada das vacinas para acima de 85 anos, elas serem aplicadas primeiro no grupo anterior.

“Os municípios estão tendo que priorizar, estão imunizando acamados, para posteriormente, com a chegada de mais vacinas, está cobrindo essa faixa que não foi coberta nesta primeira fase. Estamos alinhando para que encontre essa solução para que todos dos grupos prioritários sejam vacinados”, afirmou.  

Além de Bom Jesus, Oeiras, São Raimundo Nonato, São Pedro do Piauí, Landri Sales, Miguel Alves, Capitão Gervásio Oliveira e Demerval Lobão já entraram em contato informando que receberam menos doses que o necessário. “Mas, acredito que este número seja muito maior”, ressalta. 

O levantamento ficará pronto até o final da semana. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir