Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Decisão do STF dá folga financeira para abrir novos leitos covid, diz procurador

Imprimir

Novos leitos Covid-19 deverão ser abertos no Piauí após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou que o Ministério da Saúde reative imediatamente 278 leitos de UTIs no Piauí. O procurador do estado, João Pádua Filho, esclarece que, atualmente, o Piauí conta com 300 leitos, mas a determinação não significa que serão abertas o dobro de vagas. 

"A decisão já está válida e deve ser cumprida de forma imediata pelo Ministério da Saúde. Mas é bom deixar claro que a habilitação desses 278 leitos não significa que haverá um acréscimo agora. Hoje estamos em torno de 300 leitos e não significa dizer que vão virar 600. O Ministério da Saúde vai arcar financeiramente com leitos já abertos e estão sendo pagos pelo estado do Piauí. Mas esse valor que vai chegar significa que o Piauí terá um folga financeira para abrir leitos em determinadas localidade que precisam, a partir da demanda", esclarece o procurador.

Em entrevista ao Notícia da Manhã, ele destaca ainda que a redução de leitos de UTI atinge todo o país. No Piauí, segundo ele, o financiamento do Governo Federal chegou a zero no mês de março. 

"Em dezembro tínhamos 12 mil leitos habilitados no Brasil todo. Em janeiro, o número caiu para 7 mil, em fevereiro para 3.187. Especificamente no Piauí, a partir de março, passou a não ter nenhum leito habilitado", esclarece o procurador se referindo a leitos da rede pública estadual. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir