Cidadeverde.com
Geral

Internação de grávidas com Covid aumenta e Evangelina Rosa tem leitos clínicos lotados

Imprimir

Foto: Roberta Aline

Dos 20 leitos clínicos disponíveis para pacientes com Covid-19 na Maternidade Dona Evangelina Rosa, 19 estão ocupados.  A informação é do diretor geral da unidade de saúde, Francisco Macêdo. 

O diretor informou que o número de grávidas com Covid-19 atendidas na maternidade disparou nos último dias e, mesmo com ampliação dos leitos clínicos, o índice atual de ocupação é de mais de 90%. 

"A situação da maternidade hoje é diferente de 14 dias atrás. Há 14 dias nós mantínhamos na maternidade um índice de 30% de internação na área clínica e na UTI. Da semana passada para cá houve um aumento no aporte à  pacientes com Covid, onde tínhamos 17 leitos, aumentamos para 20 e hoje estamos com 19 lotados.  Quanto à UTI, estamos com 50% de ocupação”, explica o diretor Francisco Macêdo.

Diante da situação, o diretor faz um apelo para que as maternidades do município de Teresina e os hospitais do interior do Estado regulem para a Maternidade Dona Evangelina Rosa apenas casos mais complexos, que necessitem de um cuidado médico maior.

O diretor da maternidade alertou, ainda, que embora a gestante se proteja mais e circule menos, os casos de coronavírus tem aumentado entre grávidas devido à situação epidemiológica do Estado. Embora as vagas em leitos clínico estejam quase esgotadas, a direção conta com parceria entre a FMS e hospirais da rede pública estadual para que as gestantes com Covid-19 recebam atendimento médico.

Segundo dados da Maternidade Dona Evangelina Rosa, em mais de 1500 atendimentos a gestantes com Covid-19 desde 2020, foram registrados sete óbitos. 

“Estamos em contato sempre com a Fundação Municipal de Saúde e juntamente com os hospitais do interior vamos alcançar um atendimento necessário para que a paciente gestante não venha a perecer”, acrescentou.

 


Izabella Pimentel
[email protected]

Imprimir