Cidadeverde.com
Geral

Morre, aos 92 anos, seu Abrahão "do suco" vítima de Covid em Teresina

Imprimir

Atualizada às 14h

Teresina amanheceu mais triste nesta sexta-feira(19) com a perda de um dos seus mais tradicionais e ilustres cidadãos. O comerciante Abraão Gama, de 92 anos, que tem o suco mais tradicional de Teresina morreu nesta sexta-feira(19) vítima de covid-19. A informação foi confirmada por vizinhos e familiares do "Seu Abrahão". 

A morte do comerciante aconteceu nas primeiras horas do dia, em casa, no cruzamento das ruas Rui Barbosa e Manoel Domingues, no Centro de Teresina.

O sobrinho do comerciante, José Augusto Aquino, informou ao Cidadeverde.com que ele tomou a segunda dose da vacina contra a Covid, na terça-feira(08) e no sábado(13) começou a sentir os sintomas da Covid, mas se tratava em casa. Ontem, ele começou a passar mal e tentaram atendimento em unidades de saúde e não conseguiu vaga em nenhuma. 

“Mas, ele estava bem. Se recuperando em casa. Só que de ontem para hoje começou a se sentir mal. Levamos ele em todos os hospitais tanto públicos como privados e não tinha vaga e como não teve condição de prestar atendimento, não teve como ser socorrido e terminou morrendo às 5h30”, contou o sobrinho. 

“Está um caos. A gente viu ele falecer por necessidade atendimento médico, coisa que foi impossível de ser realizada em virtudade da lotação dos hospitais de Teresina nesse momento. À princípio procuramos as UPAs, não teve atendimento, nos hospitais todos negaram atendimento, não tinha condições de atendimento. Imagina desespero da família de ver um ente querido perecer por falta de atendimento. Estamos todos consternados”, acrescentou em vídeo ao Jornal do Piauí.

 

 

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com


Seu Abrahão era viúvo há muitos anos, teve dois filhos. Um já falecido e deixa uma filha, Francisca Conceição Gama, dois netos e uma legião de amigos e admiradores do seu modo de ser e do seu suco, considerado o mais gostoso da cidade. 

Segundo vizinhos, foram acordados com o som da sirene de ambulância na rua. Eles confirmaram que ele estava com sintomas da Covid. “A gente se espantou aqui com a zoada da ambulância e quando a gente foi ver, estava morto. Ele morreu”, contou uma vizinha, que não quis se identificar. 

Outros familiares do comerciante também estão com covid e isolados em casa. 

O enterro de Seu Abrahão aconteceu  no cemitério São José, na manhã desta sexta-feira. 

Somente ontem(18), a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) registrou 1.270 novos casos da doença no Estado e 20 óbitos, sendo sete em Teresina. Um paciente morreu no chão de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) porque não tinha uma maca disponível para ele ser atendido. 

Homenagens

O professor Cineas Santos  lembra que quando veio para Teresina, em 1960, tomar o tradicional suco do seu Abrahão era um “luxo”. Ele ressalta que Seu Abrahão é referência afetiva na vida  de todos teresinenses. [veja vídeo acima]

“Quando cheguei a Teresina, na remota década de 1960, o maior luxo para alguém da minha classe social era tomar um refresco de abacate com pão massa fina na lanchonete do Seu Abrahão. Era um homem extremamente cordial , gentil, fazia questão de atender pessoalmente os fregueses, nunca esquecendo de citar um versículo bíblico ou de abençoar o  fregueses. Foi se estabelecimento uma espécie de cumplicidade entre Seus Abrahão e seus fregueses. Era referência afetiva na vida dessa cidade. Todos nós ficamos mais tristes e mais pobres. Um homem do bem, um home que todos queriam bem”, disse em depoimento ao Jornal do Piauí.

O humorista Dirceu Andrade  também relembrou a amizade com o Seu Abrahão desde 1987, quando morou na Casa do Estudante Pobre do Piauí,situada perto da lanchonete do comerciante.

Nota de Pesar

A Prefeitura de Teresina divulgou em suas redes sociais uma nota de pesar onde lamenta a morte do Seu Abrahão. 

O Governo do Estado do Piauí manifesta o mais profundo pesar por conta da morte do comerciante Abrahão Gama, figura ilustre e tradicional de Teresina, e solidariza-se com a família e amigos.

Mais conhecido como Seu Abrahão do suco, era uma referência no Piauí, por produzir uma grande variedade de sucos caseiros em lanchonete na Rua Barbosa, no Centro de Teresina.

Neste momento de dor, o Governo do Piauí expressa as mais sinceras condolências à família e aos amigos pela perda.

 

 

Foto: Enviada ao Cidadeverde.com

Foto: Dantércio Cardoso

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir