Cidadeverde.com
Entretenimento

Marido de Paulo Gustavo diz viver dias difíceis e prefere se isolar a expor dores

Imprimir

Foto: Reprodução/Instagram

O dermatologista Thales Bretas, marido do humorista Paulo Gustavo, 42, afirmou no início da madrugada deste sábado (3) que vive dias difíceis e por isso optou por ficar recluso e não expor as dores ou as dificuldades na internet.

Ele disse também que no futuro espera entender o momento que sua família vive e pediu desculpas pela ausência aos pacientes que aguardam o seu retorno e aos amigos que não consegue responder.

"Espero que entendam e continuem torcendo e rezando fervorosamente pela recuperação dele e de todos que sofrem com essa infecção tão sorrateira", disse.

O estado de Paulo Gustavo se agravou nesta sexta-feira (2). O humorista está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital no Rio de Janeiro desde o dia 13 de março com Covid-19.

Ele está respirando com a ajuda de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), equipamento que age como um pulmão artificial e oxigena o sangue fora do corpo. O equipamento é usado normalmente apenas em pacientes muito graves.

O humorista e Bretas são casados desde 2015 e têm dois filhos, Gael e Romeu, de um ano e meio.

Vários artistas fizeram comentários no desabafo de Bretas nas redes sociais e reafirmaram a torcida para que Paulo Gustavo consiga se recuperar.

A atriz Mariana Xavier, que interpreta Marcelina no filme "Minha Mãe é uma Peça", grande sucesso de Paulo Gustavo, disse que é incapaz de imaginar a dor e a angústia com a espera vivida pela família do humorista. "Escolhi respeitar o tempo e o espaço de vocês porque sei que a busca desenfreada por notícias, ainda que por carinho e preocupação com o Paulo Gustavo, só tumultua e dificulta ainda mais esse momento", afirmou.

"Torcendo muito, muito, muito. Deus é com vocês! Muita força", escreveu a atriz Larissa Manoela.

Artistas como Sabrina Sato, Isis Valverde e Monique Alfradique disseram que estão orando pela melhora do humorista.


Fonte:Folhapress

Imprimir