Cidadeverde.com
Política

Estava escrito que um dia seria governador, diz Marcelo Castro sobre Firmino

Imprimir

Foto: Reprodução/TV Senado

O senador Marcelo Castro (MDB) lamentou, ainda ontem (6) durante sessão no Senado, a morte do ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho. Castro disse que "estava escrito" que o ex-gestor um dia seria governador do Piauí e elogiou seu passado político.

"Uma pessoa jovem e com passado mais do que brilhante. Um homem muito inteligente e um grande gestor. Uma grande perda para a sociedade piauiense e um homem que estava escrito que um dia seria governador do Piauí", afirmou durante a sessão que aprovou a prorrogação da entrega da declaração do Imposto de Renda até julho.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, também lamentou a morte do ex-prefeito.

"Senador Marcelo essa presidência gostaria de aderir a manifestação de sua excelência, manifestando um grande pesar pelo falecimento do senhor Firmino Filho, manifestando pesar ao povo de Teresina, ao povo do Piauí. Lamentamos profundamente", declarou.

O corpo do ex-prefeito foi velado em uma funerária na avenida Miguel Rosa até às 7h30 desta quarta-feira. De lá saiu em cortejo por várias ruas de Teresina até o cemitério Recanto da Saudade onde acontece o enterro.

Hérlon Moraes
[email protected]

 

Imprimir