Cidadeverde.com
Esporte

Versatilidade de Adriana na seleção é trunfo para conquista técnica Pia e chegar as olímpiadas

Imprimir

Foto: Sam Robles/CBF

Adriana vem sendo bastante usada pela técnica Pia

A piauiense Adriana ‘Maga’ está muito próxima de conseguir disputar sua primeira olímpiada com a camisa da Seleção Brasileira de Futebol Feminino e a palavra chave dentro desse caminho é versatilidade. Após a chegada da técnica Sueca Pia Sundhage, Adriana virou figurinha carimbada nas convocações e esteve recentemente no torneio She Believes, no mês de fevereiro, nos EUA que serviu como preparação para Tóquio. Agora, Pia fez nova convocação para treinamentos em Teresópolis-RJ. 
 
Uma lesão gravíssima adiou o sonho da piauiense de estar na Copa do Mundo em 2019, ela chegou a ser convocada por Vadão, ex-técnico da seleção e se lesionou dias depois, mas voltou bem da lesão e vem sendo peça importante no Timão o que chamou atenção da treinadora sueca e lhe reabriu portas. "Eu voltei da minha lesão bem melhor, tive a minha primeira oportunidade com a Pia e respondi bem durante a convocação. Depois fiz bons jogos pelo Corinthians, o que me deu a oportunidade de estar na Seleção mais uma vez", declarou a atacante.

Sempre buscando rodar o time e testar novas formações, Pia Sundhage falou diversas vezes em entrevistas que a adaptação é a chave para a vitória. De olho em uma vaga, a meia-atacante destaca que compreendeu essa leitura de jogo da sueca e joga como meia mais aberta ou mesmo pelas pontas como atacante e vem sendo bem utilizada. 

"Logo de cara tivemos o Torneio She Believes que foi uma boa preparação pra gente. Foram três jogos muito importantes e sentimos uma evolução muito grande na nossa equipe. Apesar de estarmos no início da temporada, enfrentamos seleções fortes e foi um bom teste para mim. Venho jogando bastante no Corinthians como meia mais aberta, e não tenho preferência, onde a Pia precisar de mim, eu vou dar o máximo para ajudar à equipe. Sempre bom fazer várias funções e eu gosto disso, também gosto de desafios e acredito que isso te deixa mais preparada para cada situação", falou Adriana.

O período de preparação da Seleção Brasileira na Granja Comary acontece entre os dias 5 e 13 de abril. Por conta de restrições de viagem devido à pandemia de covid-19, a seleção feminina está concentrada em Teresópolis e priorizou para essa convocação atletas que estão em clubes nacionais. 

 

Pâmella Maranhão com informações da CBF
[email protected]

Imprimir