Cidadeverde.com
Entretenimento

Rapper DMX morre aos 50 anos após overdose em Nova York

Imprimir

Foto: Reprodução/Twitter

O rapper Earl Simmons, nome de batismo de DMX, morreu aos 50 anos após sofrer uma overdose e ficar em estado vegetativo em um hospital de Nova York. A informação foi confirmada por familiares ao TMZ.

Um representante da família disse ao TMZ: "Estamos profundamente tristes em anunciar hoje que nosso ente querido DMX faleceu aos 50 anos no Hospital White Plains com sua família ao seu lado. Earl foi um guerreiro que lutou até o fim."

Ele continuou: "Agradecemos todo o amor e apoio durante este momento incrivelmente difícil. Por favor, respeite nossa privacidade enquanto lamentamos a perda de nosso irmão, pai, tio e o homem que o mundo conhecia como DMX. Compartilharemos informações sobre sua cerimônia fúnebre assim que os detalhes forem finalizados."

O rapper norte-americano foi internado em um hospital após sofrer uma overdose na noite de sexta (2), segundo o site americano TMZ. O estado de saúde do artista de 50 anos era considerado grave.

Fontes próximas ao rapper disseram ao site que o fato ocorreu na casa do cantor por volta das 23h (horário local). TMZ diz que rapper sofreu um ataque cardíaco e estava em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital White Plains, em Nova York.
DMX lutava contra o abuso de drogas há alguns anos e já foi para a reabilitação várias vezes. Sua última passagem foi em 2019 após cumprir uma sentença de 12 meses por sonegação de impostos. Na época, diz o TMZ, o rapper não teria tido uma recaída, mas havia se internado por medo de que pudesse voltar a acontecer, pois sentiu a tentação de usá-lo novamente.

O músico voltou aos palcos após a reabilitação em dezembro de 2019 quando fez um show em Las Vegas. "Quando você cair, levante-se, todo mundo aqui passou por alguns problemas e você nunca sabe o que Deus está disposto a fazer por você até que você precise faça algo por você", disse o artista aos fãs.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir