Cidadeverde.com
Política

Governo do estado faz cruzamento de dados para liberar auxílio de R$ 1 mil

Imprimir

Foto: Roberta Aline

O governo do estado realiza o cruzamento de dados para evitar duplicidade e fraudes no auxílio emergencial que será liberado no valor de R$ 1 mil para trabalhadores de bares, restaurantes e de eventos. 

O secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, informou hoje (19) que assim que receber o cadastro da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico em uma semana é possível a liberação dos recursos.

“Em uma semana serão creditados os pagamentos assim que recebemos os cadastros”, disse Rafael Fonteles. 

Os trabalhadores tiveram até a última quinta-feira (15) para fazer o cadastro. A previsão é que 6 mil pessoas que foram demitidas nos nove meses serão beneficiadas.

É um auxílio no valor de R$ 1 mil, divididos em duas parcelas de R$ 500. O governo disponibilizou um site e a procura foi tamanha que o portal chegou a sair do ar. 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico faz os cruzamentos de dados, uma espécie de pente fino para selecionar os trabalhadores que serão contemplados.

De hoje para amanhã, o governo deverá liberar os cadastros. Serão beneficiados trabalhadores e empresas. 

O saque do recurso pode ser efetuado por meio de cartão magnético fornecido por instituição financeira contratada para operação, seguindo o regulamento da Lei Federal. Segundo o governo, a lei “garante aos estabelecimentos que tenham atividade cadastrada na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (Cnae), a exemplo de bares, restaurantes e organizadores de eventos, o direito a um auxílio de R$ 1.000 pago em cota única”. 

Auxílio de R$ 400

A Assembleia Legislativa aprovou o auxílio 400,00 para o programa de alfabetização de jovens e adultos.

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) deverá lançar o edital para o cadastramento das pessoas.

“Uma busca ativa será feita nos 224 municípios para localizar as pessoas, algumas idosas para que voltem aos bancos escolares. O incentivo financeiro é adicional para que além da alfabetização tenha incentivo financeiro para pessoa que vai ser alfabetizado”, disse Rafael Fonteles. 

A precisão é que cerca de 200 mil pessoas serão beneficiadas com investimentos de R$ 80 milhões.

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir